Caraguatatuba teve vários pontos de alagamento — Foto: Erica Pinheiro/Vanguarda Repórter

As chuvas deixaram moradores desalojados e provocaram estragos no litoral norte de São Paulo. Em São Sebastião, 35 pessoas tiveram que sair de suas casas. Já em Caraguatatuba, uma moradora usou até um caiaque para se locomover em uma rua alagada. A Tamoios, que liga o Vale ao litoral, chegou a ficar interditada por um dia pelo risco da queda de barreiras.

A chuva em São Sebastião começou no início da tarde de quarta-feira (6) e deixou várias ruas alagadas. Segundo a Defesa Civil, a cidade está em estado de atenção devido ao alto volume de chuva.

O bairro mais atingido foi o Enseada, onde dez casas foram tomadas pela água e as famílias tiveram de deixar os imóveis. Segundo a prefeitura, todos os moradores foram para casas de amigos ou parentes.

No bairro Itatinga uma casa desmoronou. Apesar disso, ninguém ficou ferido. A família foi atendida pela assistência social da prefeitura e encaminhada para o abrigo municipal. No bairro São Francisco, região central da cidade, e na rodovia de acesso aos bairros Enseada e Cigarras houve registro de deslizamentos de terra.

Segundo a prefeitura, equipes da Defesa Civil fazem visitas nas áreas consideradas de risco na cidade e avaliam imóveis das áreas atingidas.

Caraguatatuba teve vários pontos de alagamento — Foto: Erica Pinheiro/Vanguarda RepórterCaraguatatuba teve vários pontos de alagamento — Foto: Erica Pinheiro/Vanguarda Repórter

Caraguatatuba teve vários pontos de alagamento — Foto: Erica Pinheiro/Vanguarda Repórter

Caraguatatuba

Em Caraguatatuba, quinze pessoas tiveram que sair de suas casas por causa do volume de chuva. Segundo a prefeitura, vários bairros foram atingidos por alagamentos e equipes da Defesa Civil estão fazendo visitas as áreas de risco.

No bairro Perequê Mirim, uma moradora precisou usar um caiaque para se locomover pelas ruas alagadas.

Ubatuba

Em Ubatuba, a cidade está em estado de alerta por causa do volume de chuva. A cidade registrou quedas de árvores e alagamentos. Vários bairros foram atingidos, mas apenas uma família do bairro Estufa II ficou desalojada – ela passou a noite fora de casa, mas retornou na manhã desta quinta.

Houve queda de árvore na Rio-Santos na altura dos bairros Domingues Dias e Perequê-Mirim. Equipes da Defesa Civil tiveram que isolar uma área no bairro Tenório depois que uma árvore caiu em cima de um poste de energia.

Em Ubatuba, várias ruas ficaram alagadas — Foto: Márcia Oliveira/Vanguarda RepórterEm Ubatuba, várias ruas ficaram alagadas — Foto: Márcia Oliveira/Vanguarda Repórter

Em Ubatuba, várias ruas ficaram alagadas — Foto: Márcia Oliveira/Vanguarda Repórter

Ilhabela

A cidade também está em estado de atenção e a Defesa Civil informou que atendeu a 82 ocorrências durante e após o temporal desta quarta-feira (6). Na ilha, quatro famílias que estavam em áreas de risco estão desalojadas.

Foram registrados deslizamentos de terra, quedas de muros e árvore e vários pontos de alagamento.

No bairro Itaguaçu, uma pedra de cerca de 25 toneladas deslizou com a força da chuva e interditou uma via. Ninguém ficou ferido e a Defesa Civil trabalha no local.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.