Suzano vai conceder isenção de IPTU às famílias prejudicadas pelas chuvas

Os proprietários de imóveis que sofreram prejuízos em razão das chuvas que caíram sobre Suzano nos últimos dias serão isentos do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deste ano. A medida foi definida pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi e será encaminhada ao Legislativo em formato de projeto de lei em tempo de ser votada já na sessão desta quarta-feira (13/03). Um laudo elaborado pela Defesa Civil e pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social ainda vai apontar a quantidade de famílias beneficiadas.

 

Tão logo ocorra a provação na Câmara, a iniciativa será sancionada pelo Executivo. De acordo com o prefeito, os contribuintes atendidos pela iniciativa que por acaso já pagaram a primeira parcela ou a parcela única do IPTU terão os valores restituídos. A Prefeitura de Suzano vai entrar em contato com cada uma dessas famílias para informá-las a respeito.

 

“Trata-se de uma medida emergencial que definimos como forma de ajudar as famílias suzanenses que, infelizmente, perderam seus pertences, conquistados com tanto esforço, e tiveram suas casas invadidas pela água e pela lama. Por isso, solicito o apoio dos vereadores, a fim de que possamos amenizar pelo menos um pouco o sofrimento dessas pessoas e auxiliá-las a se reerguerem em um momento tão delicado o mais rápido possível”, destacou Ashiuchi.

 

Além disso, o prefeito já encaminhou um ofício à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para solicitar que as mesmas famílias também tenham o desconto de até 5 mil litros de água (5m³) que precisarem usar ou já utilizaram para limpar suas residências, móveis, veículos, entre outros. “Não tenho dúvida de que a Sabesp vai nos apoiar nesta ação, que é humanitária. Felizmente, não foi registrado nenhum caso com vítimas, mas os prejuízos foram muitos e o que a Prefeitura de Suzano puder realizar será feito”, afirmou o chefe do Executivo.

 

Da mesma maneira, Ashiuchi também pediu à empresa Radial Transporte, responsável pelo transporte público coletivo na cidade, que emita passagens sociais aos beneficiados pelo período de dez dias, em número de 20 por pessoa, a fim de que possam utilizar ônibus das linhas municipais sem terem que arcar com a tarifa. A concessionária já confirmou que vai atender à solicitação da Prefeitura de Suzano.

 

 

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano

Deixe uma resposta