Trânsito da Ilha presta homenagem às mulheres com a campanha: “Só podia ser mulher para fazer a diferença no trânsito”

Ilha Comprida – Profissionais da Divisão Municipal de Trânsito da Ilha – Dimutran – homenagearam as mulheres na sexta 8/03- Dia Internacional da Mulher – com flores e cartões que as parabenizam pela competência no trânsito . “É comum ouvir frases pejorativas relacionadas às mulheres no trânsito, mas , no entanto, não é bem assim! Mais prudentes e atentas, as mulheres apresentam comportamento que proporciona melhor percepção dos riscos e situações de perigo”, afirmou o diretor do Dimutran, Mário Antônio de Moraes Filho.
Ele cita estatísticas do Observatório Nacional de Segurança Viária, que aponta que as mulheres são melhores ao voltante: ” A cada 10 vítimas fatais em acidentes graves, apenas 2 são mulheres”. De acordo com o Infosiga SP, que recebe e apura dados baseados nos boletins e registros da Polícia Civil (RDOs) e da Polícia Rodoviária Federal no estado de São Paulo, as mulheres se envolvem menos em acidentes graves de trânsito: em 2017 apenas 6,4% dos condutores envolvidos nesse tipo de acidente foram do sexo feminino, contra 93,1% do sexo masculino.
De acordo com Mário, as mulheres também estão conquistando cada vez mais espaço no trânsito em profissões como taxistas, caminhoneiras, fretistas, e outras atividades nas vias e rodovias “. Ele atribui as estatísticas à questão cultural das mulheres serem mais prudentes e cuidadosas e justifica a homenagem: “Só podia ser mulher… Para fazer a diferença no trânsito!”.

Deixe uma resposta