III Conferência Municipal do Idoso da Ilha abordou os desafios de envelhecer no século XXI

0
574

Ilha Comprida – Os idosos do século XXI em quase nada lembram a terceira idade do passado. Hoje, 85% são ativos; 53% deles mantém financeiramente suas famílias ;
muitos voltaram a trabalhar e todos vivem mais: nos últimos 50 anos, a expectativa de
vida no Brasil aumentou de 48 para 75,8 anos. A população idosa na Ilha Comprida – 1 a cada 4 habitantes tem acima de 60 anos – reflete o cenário nacional e ilustra a necessidade de ouvir e atender essa parcela cada vez mais numerosa e atuante na sociedade.
Na abertura da III Conferência Municipal do Idoso, na quinta 21/03, na sede do Centro
de Convivência da Melhor Idade (CCMI), o prefeito Geraldino Júnior abordou a importância da adoção de políticas públicas eficientes para se envelhecer no século XXI com saúde, autonomia financeira e felicidade. " Nosso objetivo é melhorar os serviços voltados para a terceira idade e, por isso, ouvi-los é fundamental ".
Ao destacar a qualidade de vida oferecida pela Ilha para a terceira idade, o presidente da Câmara, Fabiano Pereira, afirmou que o Legislativo está de portas abertas para aprimorar as políticas públicas em prol dos idosos. A presidente do Conselho Municipal do Idoso, Regina de Araújo Gomes, destacou a importância da Conferência para os idosos e para o município avançarem em políticas específicas para a terceira idade.
A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Juliana Peitl, abordou o orgulho da cidade em contar com o Selo Cidade Amiga do Idoso por atender requisitos da Secretaria de Assistência Social do Estado e destacou que um dos desafios é atrair mais idosos para que participem das ações do CCMI . A Conferência contou com formação
de grupos de debates na abordagem do tema “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”, e subtemas : Direitos fundamentais em todas as áreas; Educação- assegurando direitos e emancipação humana; Enfrentamento da violação dos direitos humanos da pessoa idosa e os Conselhos de direitos.
A Conferência contou também com a presença do vereador Daniel Ramos, da representante da Diretoria Regional de Assistência Social, DRADS , Joana Sawa, da coordenadora do CCMI, Nelly Takahashi, da diretora do Departamento de Assistência Social, Isabelle Martins Benetti Fogaça, integrantes do CCMI e equipes de saúde.
Houve palestras do assistente social Adolfo Teixeira e da médica geriatra Ana Paula Frota.

Deixe uma resposta