Maratona de 30h reúne desenvolvedores para encontrar soluções ao Porto de Santos

0
329

Mais de 120 desenvolvedores, designers e profissionais da área de programação estão neste fim de semana no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, para desenvolver em até 30 horas soluções inovadoras que resultem em maior eficiência ao setor de logístico-portuário nacional. Trata-se da primeira “Hackaton dos Portos” realizada no Brasil.

“Hack” é o mesmo que programar de maneira “excepcional”, enquanto que “maraton” refere-se à maratona. O evento, até então inédito no setor, é disputado por 30 times, inscritos previamente, e que são compostos por quatro pessoas. Entre os participantes, estão grupos de Minas Gerais, Paraná, Distrito Federal e também interior de São Paulo.

Eles foram distribuídos em mesas, em dois salões, cujas janelas têm como paisagem o cais do terminal com maior movimentação de cargas no complexo santista. Na manhã de sábado (6), um navio atracado realizava a operação de embarque e desembarque de contêineres enquanto os participantes alinhavam as estratégias para as horas seguintes.

Trinta times tentam encontrar a melhor solução para o setor portuário em Santos, SP — Foto: José Claudio Pimentel/G1Trinta times tentam encontrar a melhor solução para o setor portuário em Santos, SP — Foto: José Claudio Pimentel/G1

Trinta times tentam encontrar a melhor solução para o setor portuário em Santos, SP — Foto: José Claudio Pimentel/G1

A missão, porém, já estava traçada pela organização: “integrar as janelas de atracação dos navios e chegada de caminhões com a escala dos colaboradores do terminal, para otimizar a jornada de trabalho dos operadores e aumentar a produtividade da empresa”. Isto é, qualificar horas de expediente dos portuários e eliminar a eventual ociosidade improdutiva.

Deixe uma resposta