Padrasto é preso por suspeita de torturar enteado de seis anos em Santa Isabel

0
491
  • https://www.viassd.com/power-banks?product_id=366472

Um padrasto de 30 anos foi preso em Santa Isabel nesta sexta-feira (26) sob suspeita de agredir e torturar o enteado de seis anos.

As fotos da Polícia Civil mostram as agressões na barriga, costas, orelhas, braços e pernas da vítima. O delegado Cláudio Henrique de Assis Lopes contou que o suspeito confessou ter batido na criança, na manhã desta quinta-feira (25).

“A agressão, segundo ele, se deu em razão do enteado ter empurrado a filha dele de um ano e ele ficou nervoso com isso. Ele nega agressões anteriores, mas isso não condiz com a materialidade das lesões, que demonstram que elas vêm ocorrendo há alguns dias”, diz.

Ainda segundo o delegado, foi a avó paterna da criança quem identificou algumas das marcas. No dia 19 de abril, ela levou o menino até a Unidade de Pronto Atendimento de Santa Isabel. O médico constatou algumas escoriações pelo corpo.

Mas nesta quinta feira, o Conselho Tutelar encaminhou a criança novamente até a UPA, porque ele teria sofrido novas agressões.

“A gente recepciona a ocorrência como maus-tratos, mas in loco a gente constata a gravidade da lesão, a quantidade e não resta dúvida que a intenção do agressor era provocar um intenso sofrimento. Se porventura no decorrer das investigações a gente notar que alguém do convívio dele notou e nada fez, pode ser responsabilizado pelo crime de omissão”, diz o delegado.

O suspeito teve a prisão temporária decretada pela justiça. Ele foi levado para a cadeia de Guarulhos e deverá responder pelo crime de tortura e pode pegar de dois a oito anos de prisão.

O Conselho Tutelar de Santa Isabel entregou um termo de responsabilidade à avó da vítima válido por dois meses, que depois pode ser convertido em guarda provisória ou preventiva.

  • https://www.viassd.com/smartphones?product_id=366281

Deixe uma resposta