Criminosos invadiram a Prefeitura de Piquete (SP) e roubaram R$ 14 mil que seriam usados para pagamento de funcionários da administração. O crime aconteceu na tarde desta quarta-feira (5).

O assalto aconteceu por volta das 15h30, quando dois homens armados e encapuzados invadiram o Paço e anunciaram o assalto. O terceiro conduzia o carro usado no crime. Na ação, eles renderam uma funcionária do setor financeiro e obrigou que ela entregasse R$ 14 mil que estavam no local.

A dupla usava um carro que havia sido roubado pela manhã na BR-459, que liga a cidade ao sul de Minas Gerais. Para roubar o carro, os suspeitos renderam o motorista de um caminhão e o obrigaram a atravessar o veículo na rodovia para fazer a abordagem à vítima. Três horas após o assalto, o veículo foi abandonado na rodovia.

De acordo com a gestão, o valor era para o pagamento de servidores parte do programa ‘Frente de Trabalho’, em que pessoas de vulnerabilidade prestam serviços para a gestão, associado a um curso profissionalizante, e recebem um auxílio que varia de R$100 a R$ 400.

O programa mantém os pagamentos em espécie, segundo a gestão, porque muitos dos beneficiados não têm conta em banco. Até o momento do assalto, 18 das 50 pessoas beneficiados já tinham retirado o pagamento. O valor total do programa é de R$ 21 mil.

A Prefeitura de Piquete informou que vai manter os pagamentos dos funcionários, mas disse que não há prazo para que isso aconteça. A gestão alegou ainda que estuda mudar o modelo de pagamento, para reforço na segurança.

O caso foi registrado na Polícia Civil. Até o momento ninguém foi preso.

Deixe uma resposta