A Prefeitura de Suzano lançou na manhã desta sexta-feira (28/06) o programa “Caçamba Verde”, em cerimônia realizada no Anfiteatro Orlando Digenova, no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi. A iniciativa é voltada ao gerenciamento e ao rastreamento de resíduos da construção civil na cidade.

 

Prestigiaram o evento o prefeito Rodrigo Ashiuchi; o chefe de Gabinete, Afrânio Evaristo da Silva; os secretários municipais Edson Gianuzzi (Meio Ambiente), André Maurício Loducca (Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego), Cíntia Renata Lira (Administração) e Said Raful Neto (Governo); o controlador Geral do Município, Fátimo Aparecido Rodrigues; e os vereadores Leandro Alves de Faria e Jaime Siunte. 


O programa é pioneiro no Alto Tietê e tem como objetivo acompanhar o processamento de entulho, como restos de tijolos, cimento e concreto, armações de ferro e outros itens, evitando o descarte irregular em terrenos públicos e áreas de preservação ambiental. A iniciativa visa a qualificação e a padronização do trabalho tanto de empresas de caçambas de médio e grande porte como de carroceiros independentes que atendem a coleta de pequenas quantidades. 

 

Todo o monitoramento do processo será feito pelos agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e do Setor de Fiscalização de Posturas por meio da ferramenta “GRX Waste Track”. Futuramente, possibilitará a consulta de infrações e terá à disposição um canal para captação de denúncias e queixas contra descarte irregular. 

 

O programa irá também padronizar todas as caçambas utilizadas no município, que deverão conter faixas reflexivas, número de cadastro junto à Prefeitura de Suzano e nome e telefone do transportador. 

 

A implantação do novo programa, que integra o projeto “Suzano Mais Verde”, ocorrerá em cinco etapas: revisão da legislação ambiental local; inscrição das transportadoras e vistoria dos equipamentos usados; cadastramento das áreas de destinação e visita aos locais; disponibilização do sistema para todos os usuários; e instituição do módulo de denúncias (Fiscalização Colaborativa). 

 

O secretário de Meio Ambiente, Edson Gianuzzi, reforçou que o novo sistema faz parte de uma série de ações integradas realizadas pela administração municipal, voltadas ao bem-estar animal e à elaboração do Plano Municipal de Resíduos Sólidos, por exemplo. “Este programa vai integrar ainda mais os nossos esforços com foco na sustentabilidade e na preservação ambiental em Suzano”, afirmou.

O prefeito elogiou o trabalho que passará a ser realizado no município e o considerou fundamental para as próximas décadas. “O que falamos hoje aqui é um desafio que todas as cidades do País enfrentam, que é o de tratar adequadamente os resíduos sólidos, com responsabilidade ao meio ambiente, promovendo o desenvolvimento econômico com custo zero para o município e dando oportunidade para todos que participam deste ciclo. Queremos mostrar à região e ao Estado que é possível implantar um modelo ao mesmo tempo lucrativo e sustentável, que ajuda na preservação e na infraestrutura da cidade com insumos produzidos a partir do reaproveitamento do entulho”, explicou Ashiuchi.  

 

 

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano

 

Deixe uma resposta