Presidente da Suzano é eleito entre os CEOs que Melhorse Comunicam com Jornalistas

0
66

Pela segunda vez consecutiva, Walter Schalka está entre os dez executivos prestigiados

O presidente da Suzano, Walter Schalka, foi reconhecido como um dos CEOs que Melhor se Comunicam com Jornalistas no Brasil em 2020. Pela segunda vez consecutiva, o executivo está entre os dez prestigiados na premiação promovida pela plataforma Negócios da Comunicação, em parceira com o Centro de Estudos da Comunicação (Cecom).

Entre os meses de setembro e outubro, os CEOs dos 30 segmentos analisados na premiação foram avaliados por 25 mil jornalistas de todo o País. A avaliação é feita a partir do bom relacionamento dos executivos com a Imprensa e considera critérios como transparência nas relações e, principalmente, a troca de informações com agilidade.

Além da segunda edição do prêmio concedido aos CEOs, a Negócios da Comunicação também promoveu a 10ª edição do prêmio Empresas que Melhor se Comunicam com Jornalistas. E a Suzano foi indicada pelo sexto ano consecutivo entre as empresas da categoria Base Florestal, uma avaliação positiva do bom relacionamento entre jornalistas e a companhia.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Deixe uma resposta