Prazo para indicações ao projeto ‘Mulheres fazendo história’ acaba neste sábado

0
13

Sugestões podem ser feitas por qualquer pessoa por meio de um formulário on-line do Saspe, que já conta com mais de 200 respostas

Termina neste sábado (30/01) o prazo para fazer indicações ao projeto “Mulheres fazendo história”, promovido pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe). A iniciativa, que segue para a segunda edição neste ano, tem como objetivo homenagear mulheres ou grupos de mulheres que promoveram avanços para a população de Suzano. Qualquer um pode participar, basta preencher o formulário on-line http://bit.ly/MulheresFazendoHistória2021 sobre a vida e a obra da pessoa. Mais de 200 indicações já foram recebidas desde o dia 11 de janeiro.

O projeto vai eleger oito mulheres suzanenses que, por meio de seu protagonismo, contribuíram para o crescimento social, político, econômico e cultural da história da cidade, para serem homenageadas durante o lançamento da 9a edição do curso Promotoras Legais Populares (PLPs), previsto para ocorrer em 8 de março de 2021, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher.

Em 2020, as homenagens foram divididas nas categorias Saúde, Direito, Comunidade, Segurança, Inclusão, História de Superação e Destaque. A expectativa é de que neste ano a escolha possa seguir essas e outras áreas que surgirem conforme as indicações.

A seleção considera toda a história e atividades desempenhadas pela mulher indicada, portanto é importante que o questionário on-line seja preenchido com o máximo de informações possíveis sobre ela, como, por exemplo, as causas que defende e objetivos em sua área de atuação.

De acordo com a diretora de projetos especiais do Saspe, Sandra Nogueira, o projeto é uma conquista para a representatividade feminina. “Até o momento já recebemos várias histórias impressionantes, vindas de todas as partes de Suzano, e elas demonstram como as cidadãs suzanenses são parte fundamental do desenvolvimento social da cidade”, disse.

Para a dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, o reconhecimento que essa homenagem traz é essencial para a valorização da comunidade feminina de Suzano. “Dar visibilidade e resgatar a memória destas mulheres incríveis representa mais um passo na luta para diminuirmos a desigualdade que existe entre os gêneros”, comentou. Larissa concluiu convidando toda a população a participar do projeto e indicar nomes por meio do formulário on-line. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4743-1600

Crédito da foto: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Deixe uma resposta