Em 2021, o FELELI – Festival de Leitura e Literatura, não terá barreiras geográficas e levará a sua programação para o vasto universo da internet. Assim, o festival chega a sua 5ª edição, de 7 a 16 de março de 2021, com transmissões ao vivo e gravadas pelo canal do FELELI no Youtube e nos perfis e página do festival no Instagram e Facebook.

 

O Festival de Leitura e Literatura é uma iniciativa da Giralua Companhia de Artes em parceria com a Arte & Efeito Produções, com realização através do Governo do Estado de São Paulo/ Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Governo Federal, PROAC EXPRESSO LEI ALDIR BLANC Nº 40/2020 (Produção e Realização de Festival de Cultura e Economia Criativa com Apresentação Online).

 

O FELELI foi criado na cidade de Bauru, local que foi sede das 4 primeiras edições. Contou ainda com uma edição independente realizada em Botucatu. Em 2021, seguindo a necessidade da promoção da cultura, mesmo que a distância física, o festival estreará online no dia 7 de março, às 20h20, nos três canais do FELELI na internet.

 

“Durante os 10 dias da programação online, o público poderá acessar gratuitamente um abrangente conteúdo para o imenso território virtual. Na programação teremos espetáculos dialogando com literatura, como teatro, contação de histórias, performances, dança, música, bate-papo com escritoras e escritores, oficina, escuta de narradores, slam e exibição de vídeo arte para todas as idades. O objetivo é o incentivo à leitura com fruição artística através de ações de fomento e formação, envolvendo grande número de artistas e trabalhadores da arte”, detalha Valsineire Castro, curadora e diretora do FELELI.

 

Com o lema “Todas as vozes de todos os povos, para todas as idades”, a programação reunirá linguagens da arte em intermídia com literatura. “Com mais de 100 participantes, o festival abrange vozes múltiplas e plurais para expressar e alicerçar um mundo mais justo e igualitário a todas as pessoas, estimulando a leitura como prática cultural”, completa Val.

 

O Festival em suas edições anteriores sempre ocorreu de forma itinerante, indo a bairros, chegando a públicos que por motivos vários não acessam a produção cultural e artística em sua distribuição centralizada. “Agora, nesta proposta de formato online, contamos com uma maior expansão abrangendo todo o país e reverberando internacionalmente, incluindo acessibilidade com intérprete de libras em todas as ações”, descreve a diretora de produção do FELELI.

 

Pluralidade na programação da 5ª edição do FELELI – FESTIVAL DE LEITURA E LITERATURA

Atualmente em processo de produção, diversos artistas, escritores, ilustradores e contadoras de histórias convidados já confirmaram presença no V FELELI. Enriquecendo a programação, o festival contará com a participação de artistas e escritores indígenas, como o escritor Yaguarê Yamã, do povo Maraguá, que lançará no educativo online do FELELI um livro digital inédito e bilíngue (português-nhẽẽgatú), com ilustrações de Uziel Guaynê, da mesma etnia. O escritor e o artista visual também integrarão um bate-papo ao vivo diretamente do Amazonas.

 

A ilustradora Bianca Lana fará uma exposição virtual de seus desenhos para livros, exibida ao longo dos 10 dias do festival e, na área da contação de histórias, o festival trará um bate-papo ao vivo com duas narradoras, Benita Prieto, direto de Alhandra-Portugal e Camila Genaro de Santos-SP.

 

No dia 13 de março, a programação será mais especial, com o show da artista indígena Kaê Guajajara, diretamente do Rio de Janeiro. Neste dia diretamente de Bauru, haverá a transmissão ao vivo do Slam SubversoSLAM014. “Como nas edições anteriores, a intervenção Cabeças de Livro terá sua participação com leitura em performance com ator e atrizes de Bertioga e Bauru. Ao todo serão 28 ações transmitidas durante os 10 dias, todas gratuitas e para todas as idades. A exibição online contará com apresentações de espetáculos gravados e diversas ações ao vivo”, completa a produtora e curadora do festival.

 

Chamamento

Para fechar a programação participativa do V FELELI, o festival irá abrir três chamamentos públicos no dia 27 de janeiro, a partir das 18h:

– Chamamento de 16 Espetáculos nas diversas linguagens da arte em intermídia com literatura;

– Convocatória exibição Jovem Artista pelo Celular;

– Chamamento Slam SubversoSLAM014 no Feleli Online 2021.

 

Serão selecionados 16 espetáculos em diversas linguagens da arte com remuneração de R$ 3.000,00 para cada ação, com chamamento aberto para todo o Brasil e internacionalmente. Também receberão cachê/incentivo de R$ 300,00 os 10 videoarte de 3 minutos de jovens artistas selecionados, e ainda, para o Slam serão escolhidos 6 participantes que vão concorrer na Batalha de Poesia, com premiação para os três primeiros lugares, a ser transmitido ao vivo de Bauru.

 

Todos os chamamentos estão disponíveis em https://linktr.ee/felelionline

 

Equipe da 5ª edição do FELELI ONLINE 2021

A equipe de produção e técnica do festival, neste ano por ser uma edição online, trabalhará de diversas cidades, como Bertioga, Campinas, Bauru e São Paulo. A curadoria do V FELELI é da atriz e contadora de histórias Valsineire Castro, da Giralua Companhia de Artes. A exibição Jovem Artista pelo Celular terá a curadoria e mediação da jornalista e poeta Tatiana Fraga e o Slam SubversoSLAM014 terá a curadoria e apresentação da poeta Mariana Lacava. A direção artística e coordenação da Intervenção Cabeças de Livro é de Alessandro Brandão. A assistência de produção é de Fabiana Castro, a coordenação do educativo é feita por Patricia Bonfim, a gestão administrativa é de Wannyse Zivko- Arte & Efeito Produções, Assessoria de Imprensa e Design da Ingrediente Comunicação, desenhos da identidade visual de Clara Luz, na gestão das mídias sociais e site temos Casa de Artes Design e Mídias e na Gestão da Transmissão Online Gama Produção Visual.

 

Canais digitais V FELELI:

https://www.instagram.com/feleli.online/

https://www.facebook.com/feleli.online

You Tube Feleli Festival de Leitura e Literatura http://bit.ly/3c5QOa8