“Há quatro mil variantes do vírus” que causa a Covid-19 no mundo

0
41

Informação foi divulgada pelo secretário de Estado responsável pelo programa de vacinação no Reino Unido

Existem cerca de quatro mil variantes do vírus que causa a Covid-19 em todo o mundo neste momento, disse, nesta quinta-feira, o secretário de Estado responsável pelo programa de vacinação no Reino Unido, que assegurou que as farmacêuticas, incluindo a Pfizer e a AstraZeneca, estão trabalhando para melhorar as suas vacinas de forma a garantir a eficácia.

 

“Todos os fabricantes, Pfizer, Moderna, AstraZeneca e outros, estão a procurar formas de melhorar a sua vacina (…) há cerca de quatro mil variantes do vírus que causa a Covid-19 no mundo”.

Foram documentadas milhares de variantes do tipo de coronavírus responsável pela Covid-19, incluindo a ‘britânica’, ‘sul-africana’ e a ‘brasileira’, que aparentam ser mais transmissíveis do que as restantes.

“É muito improvável que as vacinas atuais não sejam eficazes, seja na variante Kent ou noutras, sobretudo quando se trata de casos graves da doença”, disse Nadhim Zahawi, de acordo com a Reuters.

Segundo o British Medical Journal, apesar de terem surgido milhares de variantes à medida que o vírus sofre mutações e se replica, apenas uma pequena minoria deve mudar o vírus de forma considerável.

“Temos a maior indústria de sequenciamento de genoma – temos cerca de 50% da indústria de sequenciamento de genoma do mundo – e estamos a documentar todas as variantes para estarmos preparados a qualquer desafio que o vírus possa apresentar”, garantiu Zahawi.

Apesar de as campanhas de vacinação já terem começado em vários países, a luta contra o novo coronavírus continua, com muitos territórios a registrarem elevados números de novos casos, como é o caso do Brasil – que no mês de janeiro atingiu valores máximos desde o início da pandemia.