Encontro realizado em Suzano, na manhã desta segunda-feira (08/02), viabilizou a troca de experiências sobre a pauta urbanística


A Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação de Suzano recebeu nesta segunda-feira (08/02) representantes da Secretaria de Obras de Poá para um encontro de aproximação e troca de experiências. A agenda, solicitada pela equipe da cidade vizinha, teve como objetivo principal absorver informações e orientações sobre o processo de elaboração e atualização do Plano Diretor (lei complementar nº 312/2017), que é o dispositivo legal que permite a criação e o acompanhamento de políticas públicas de desenvolvimento urbano.

 

A reunião, liderada pelo chefe da pasta, Elvis Vieira, explanou as principais ações executadas pela administração suzanense ao longo do processo de implementação do novo Plano Diretor, em 2017. Ao lado da diretora de Planejamento Territorial, Eliene Coelho, ele recebeu o secretário poaense Ricardo Leão, que também esteve acompanhado por sua equipe técnica formada por representantes do setor de Planejamento e Projetos, Afonso Xiol e Claudinei Sousa, e pelo diretor de Habitação, Antônio Carlos Pereira. 

 

Na oportunidade, o grupo pôde tirar dúvidas e receber orientações valiosas sobre a experiência suzanense. O Plano Diretor, que estava defasado havia quatro anos, estabelece políticas públicas para Suzano até 2027, quando deverá ser novamente atualizado e aprovado pela Câmara. O processo executado em 2017 contou com a participação popular e intersetorial, por meio de audiências públicas e da avaliação conjunta de um grupo técnico formado por representantes de diferentes secretarias. Desde a implementação, Suzano avançou na reestruturação e ordenação urbanística do território municipal, agora tida como modelo e exemplo para a cidade vizinha. 


“O Plano Diretor nos traz resultados práticos, traçando as diretrizes gerais para o desenvolvimento do município. Por meio deste dispositivo, avançamos com a aprovação da Lei de Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo (Luops, lei complementar nº 340/2019) e da Regularização Fundiária Urbana (Reurb, lei complementar nº 337/2019), sem contar a facilidade digital que trouxemos aos empreendimentos que se instalam na cidade”, disse o secretário suzanense, ao destacar o Sistema Acto, que é uma plataforma on-line para aprovação de projetos, acompanhamento de processos em tempo real e emissão de licenças e certidões.  

 

Para Ricardo Leão, a expectativa é de que a troca de informações enriqueça o trabalho poaense. “Suzano tem sido referência na região pelo recente avanço na questão urbanística. Esta é uma pauta que queremos desenvolver na cidade por meio de bons exemplos”, reforçou.     

 

Rodoanel
Além do encontro para troca de experiências, Suzano e Poá também seguem com as tratativas conjuntas para a construção da alça de saída do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21) na avenida Major Pinheiro Fróes (SP-66), no limite entre os municípios. O objetivo é fazer com que o acesso beneficie ambas as cidades, além de Mogi das Cruzes e Ferraz de Vasconcelos. 


Na última semana, o chefe do Executivo suzanense, Rodrigo Ashiuchi, esteve com a prefeita de Poá, Marcia Bin, para tratar sobre o tema. O estudo, que já foi apresentado ao governo do Estado, busca uma solução para a obra, com um custo estimado em cerca de R$ 25 milhões, o que representa menos da metade do valor original. A aproximação entre os municípios busca ainda viabilizar projetos viários que facilitem o tráfego e o escoamento de veículos ao longo da extensão da SP-66.

 

 

Crédito das fotos: Mauricio Sordilli/Secop Suzano