Vigilância Sanitária e Polícia Civil fecham laboratório de “água da vida” em Ferraz

0
54

Um homem foi preso em Ferraz de Vasconcelos na quarta-feira, 10, acusado de vender a “água da vida” que, segundo o acusado, curava até mesmo da Covid-19.

A ação aconteceu após denúncias de pessoas que adquiriram o material e comunicaram o Ministério da Saúde, que por sua vez, acionou a Vigilância Sanitária de Ferraz de Vasconcelos e a Polícia Civil.

O laboratório funcionava na Rua Jácomo Zanchetta, no bairro Sítio Paredão. No local, foram encontradas placas de cobre e um sistema que, segundo ele, transformava a água comum em “água da vida”. Além disso, no espaço havia várias substâncias químicas que eram misturadas no preparo do líquido.

De acordo com a denúncia recebida pelo Ministério da Saúde, também era fabricado uma espécie de colírio que teria efeitos contra a Covid-19. Um cachorro seria usado como cobaia do experimento.