PM atualiza sistema e sargento trans de SC terá documentos alterados para voltar a trabalhar nas ruas, após espera de meses

0
84

Primeira mulher trans da PM de Santa Catarina luta por reconhecimento — Foto: Priscila Diana/Arquivo Pessoal

A primeira policial mulher transexual da Polícia Militar de Santa Catarina, Priscila Diana Braz e Silva, de 43 anos, teve os dados cadastrais da corporação atualizados na tarde desta segunda-feira (22). A nova identidade funcional será feita, segundo a agente, na terça-feira (23), quando ela viajará a Florianópolis para realizar os trâmites. A sargento aguardava há 11 meses pelo cumprimento total de uma determinação judicial para modificar suas credenciais profissionais.

Deixe uma resposta