Após 17 dias internada, idosa de 100 anos vence a Covid-19

0
80
© Reprodução/G1

Helena Tortorella recupera agora das sequelas deixadas pela doença, como o cansaço e a dificuldade em respirar.

O diagnóstico de Covid-19 numa pessoa idosa é sempre motivo de muita preocupação. Mas há casos de superação que podem ser vistos como sinal de esperança. A história de Helena Tortorella, de Botucatu, no interior de São Paulo, é exemplo disso.

 

A idosa contraiu a doença em março, tendo sido internada no final desse mês, com febres altas e dificuldades respiratórias.

Apesar de a Covid-19 ter afetado bastante os pulmões da idosa, os médicos optaram por não a intubar. Progressivamente, Helena foi melhorando do quadro clínico grave e, ao fim de 17 dias, pôde voltar pra casa, onde agora recupera das sequelas da doença.

“Os médicos disseram que ser muito ativa e lúcida ajudou muito” durante o tempo em que esteve internada, disse ao G1  Estela Pinheiro, neta da idosa.

Helena Tortorella, que antes da Covid-19 vivia sozinha e era autónoma, recebe agora o apoio e o carinho da família para ultrapassar a etapa da recuperação, com a ajuda de oxigênio.