Crespo começa o seu trabalho na equipe do Morumbi com um aproveitamento ótimo

Com oito jogadores entre os 11 titulares formados nas categorias de base, o São Paulo venceu o Ituano por 3 a 0, neste domingo, em Itu (SP), e chegou à sua sétima vitória consecutiva na temporada – seis jogos pelo Campeonato Paulista e um pela Copa Libertadores. Além disso, o time chegou aos 25 pontos, tem a melhor campanha do torneio e garantiu a classificação para as quartas de final por antecipação. Com os garotos de Cotia em campo, o técnico argentino Hernán Crespo deu um descanso aos titulares e ganhou novas opções para a sequência dos campeonatos que a equipe disputa.

 

Crespo começa o seu trabalho na equipe do Morumbi com um aproveitamento ótimo. Até agora, o argentino só viu o time ser derrotado uma única vez, para o Novorizontino, pelo Paulistão. Neste domingo, o São Paulo começou o jogo com muita tranquilidade e no primeiro lance de perigo, o time teve um pênalti muito bem marcado pelo árbitro Raphael Claus. Aos oito minutos, Galeano partiu em velocidade pela esquerda e quando chegava à linha de fundo, dentro da área, foi empurrado por Suéliton. Rodrigo Freitas bateu rasteiro, no canto esquerdo, e abriu o placar.

O Ituano, que faz uma campanha ruim no Paulistão, tentava chegar com cruzamentos na área, mas o jovem goleiro Lucas Perri, bem posicionado, se saía melhor do que os atacantes. Aos 22 minutos, o São Paulo chegou e mais uma vez foi cirúrgico. Welington cruzou da esquerda, a bola cruzou toda a área e chegou em Igor Vinícius. Livre, ele esperou o goleiro Pegorari sair e bateu firme, no alto, marcando o segundo gol da equipe do Morumbi.

Depois, até o final do primeiro tempo, as duas equipes buscaram alternativas para tentar chegar ao gol. O Ituano passou a trabalhar mais as jogadas, mas o time era bem desorganizado na hora de atacar.

No segundo tempo, o panorama da partida não mudou e o São Paulo continuou soberano em campo. Para piorar as coisas para o Ituano, aos nove minutos Jeferson pisou no tornozelo de Léo e recebeu cartão amarelo. Mas o VAR chamou Raphael Claus e após rever a jogada, o árbitro expulsou o atleta do time do interior.

Aos 20 minutos, o São Paulo comemorou o terceiro gol, em linda jogada de Igor Vinícius, que deixou Galeano na cara do gol para finalizar, mas o lance foi anulado após a revisão do VAR. Mas, aos 29, o jovem atleta paraguaio fez o terceiro gol e desta vez foi para valer. Igor Gomes recebeu lançamento e ajeitou para Galeano, que entrou na área, quase se enrolou, mas dominou e tocou para o fundo do gol.

O Ituano teve mais um jogador expulso aos 31 minutos. Gabriel Taliari entrou com a sola da chuteira na dividida com Diego Costa e recebeu o vermelho. Com dois a menos, o time de Itu tentou se fechar na tentativa de evitar levar uma goleada.

Crespo fez várias alterações e o ritmo do jogo diminuiu. O São Paulo trocou passes e fez o tempo passar até o término da partida. No fim, Vitor Bueno ainda perdeu a chance do quarto gol. Com o resultado, o time do Morumbi chegou aos 25 pontos e se garantiu nas quartas de final do Paulistão.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 0 x 3 SÃO PAULO

ITUANO – Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Sueliton e Mario Sérgio; Bruno Lima (Gabriel Tárik), Jeferson, Fillipe Soutto (Fernando Medeiros) e André Castro (Gabriel Taliari); Iago (Kadu Barone) e Bruno Lopes (Victor Rangel). Técnico: Vinicius Bergantin.

SÃO PAULO – Lucas Perri; Diego Costa, Rodrigo e Léo; Igor Vinícius, Luan (Hernanes), Liziero (Igor Gomes), Talles (Vitinho) e Welington; Benítez (Rodrigo Nestor) e Galeano (Vitor Bueno). Técnico: Hernán Crespo.

GOLS – Rodrigo Freitas, aos 8, e Igor Vinícius, aos 22 minutos do primeiro tempo; Galeano, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Bruno Lima e Pacheco (Ituano); Léo e Welington (São Paulo).

CARTÕES VERMELHOS – Jeferson e Gabriel Taliari (Ituano).

ÁRBITRO – Raphael Claus (Fifa).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Novelli Junior, em Itu (SP).