Assédio no trabalho marca 1º encontro de maio no curso de Promotoras Legais

0
20

Aula apresenta relatório do Instituto Patrícia Galvão Mídia e Direitos

Em seu terceiro mês com aulas exclusivas e gratuitas, o nono curso de Promotoras Legais Populares, promovido pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), traz o debate sobre “Violência e Assédio Contra Mulheres no Trabalho”. O encontro virtual, ministrado pela diretora do Instituto Patrícia Galvão Mídia e Direitos, Jacira Melo, é lançado nesta terça-feira (04/05), no canal no Youtube “TV Prefeitura de Suzano” (bit.ly/TVPrefeituradeSuzano), às 17 horas.

O conteúdo repassado às mais de 300 alunas inscritas no curso faz alusão ao Dia do Trabalhador, celebrado no último sábado (01/05). A aula aborda as divisões de trabalho, as formas de assédio no serviço e como a força da mulher move as relações na sociedade, sendo resultado de uma pesquisa realizada no final do ano passado que trata das percepções sobre a violência no ambiente de trabalho. O relatório do Instituto Patrícia Galvão e do Instituto Locomotiva também conta com o apoio da Laudes Foundation.

Formada em Filosofia e mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), Jacira ressalta como as mulheres foram as que mais sentiram o aumento do serviço doméstico durante a pandemia e como a cobrança para um âmbito da vida não afetar o outro são intensos para a maioria das mulheres.

“É importante frisar que o assédio no trabalho não é só de cunho sexual, ele também pode ser verbal, com humilhação, constrangimento e desrespeito. Existe uma grande cobrança para as mulheres não deixarem uma parte da rotina interferir na outra, cuidando da família e do serviço”, destacou a diretora.

Para a dirigente do Saspe, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, compartilhar esse material e local de fala tão importante para as mulheres é um dever do município. “Tornar as informações de fácil acesso e trazer essa reflexão para o curso das PLPs é um potencializador social para dar cada vez mais voz às mulheres suzanenses”, enalteceu.

As aulas são compartilhadas semanalmente, às terças-feiras, entre 17 e 19 horas, no Youtube, e divulgadas nas plataformas oficiais da prefeitura. Os encontros seguem de maneira virtual devido à pandemia e podem ser acompanhados também por pessoas que não estão inscritas no curso.

Crédito das fotos: Maurício Sordilli/Secop Suzano