Encontro reforçou a campanha Suzano Contra a Fome e traçou estratégias para levar comida a quem mais precisa 

A Prefeitura de Suzano promoveu nesta sexta-feira (11/06) um encontro entre as pastas municipais responsáveis pela campanha Suzano Contra a Fome e as entidades parceiras do Banco de Alimentos. A reunião aconteceu às 14 horas no Cineteatro Wilma Bentivegna (rua Paraná, 70 – Centro), respeitando todos os parâmetros de distanciamento social, e foi voltado para alinhar as ações de combate à insegurança alimentar no município.

O encontro foi promovido para apresentar as diversas frentes da administração municipal no combate à fome no município e fortalecer o diálogo das equipes do Banco de Alimentos com as 16 entidades parceiras, que recebem os mantimentos da prefeitura e contribuem para a erradicação da insegurança alimentar nos bairros. Os participantes ainda articularam novas ações para melhorar a gestão das doações e ampliar o alcance da campanha, de forma que a comida chegue para todas as pessoas que mais precisam.

O Banco de Alimentos beneficia mais de 1,5 mil famílias cadastradas com alimentos frutos de doações. Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as ações do setor foram intensificadas para atenuar a fome de quem se encontra em situação de vulnerabilidade. Uma das novidades é que o órgão, que antes recebia principalmente doações da agricultura local, agora também lida com itens processados diversos.

Na ocasião, houve também a proposta de um cruzamento dos dados da administração municipal com as associações. A medida permitirá que os órgãos públicos visualizem o panorama da insegurança alimentar no município e identifiquem com mais facilidade as regiões em extrema necessidade. Com isso, a gestão municipal poderá articular outras ações e concentrar esforços nestes pontos para atender onde falta alimento.

Estiveram presentes na ocasião o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Geraldo Garippo, servidores do Fundo Social de Solidariedade, do Banco de Alimentos, que é gerenciado pelo Departamento de Agricultura, e representantes de 16 entidades parceiras, que distribuem alimentos para famílias de baixa renda de diversas regiões da cidade.

A campanha Suzano Contra a Fome foi criada em abril e já arrecadou mais de 208 toneladas de alimentos desde então. A iniciativa conta com o apoio de entidades, empresários locais e participação da população, que também pode contribuir para atenuar o impacto da pandemia da Covid-19 na vida de muitas famílias suzanenses.

De acordo com o chefe da pasta de Assistência Social, Geraldo Garippo, o período difícil pelo qual todos passam exige empatia e resposta imediata por parte do poder público. “A campanha tem levado esperança a muitas famílias e segue forte na distribuição de alimentos. É um trabalho extremamente transparente e solidário, em breve o site oficial da prefeitura ainda contará com um painel apresentando ao público todos os nossos parceiros nessa luta tão importante”, destacou.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, agradeceu o comprometimento de todos nessa luta tão importante para a cidade. Ela ressaltou que qualquer um pode contribuir, inclusive cidadãos comuns e comércios de menor porte. “A fome foi uma das consequências mais severas da pandemia da Covid-19, portanto a participação de todos é essencial para que possamos levar comida a quem mais precisa. A gestão municipal está empenhada em ampliar a distribuição e alcançar a todos”, concluiu. 

Doações

A campanha Suzano Contra a Fome aceita doações de todos os cidadãos, não só de empresas. Para os interessados em compartilhar esperança e ajudar o próximo, existem diversas formas de contribuir. Você pode levar itens não perecíveis para a “VacinAção Solidária”, que acontece nos pontos de imunização da cidade durante os dias de aplicação das doses contra a Covid-19.

Também é possível ligar para o Fundo Social de Solidariedade, no telefone (11) 4745-2195 , para saber como ajudar e contribuir com a doação de alimentos e outros itens, como materiais de higiene pessoal, cobertores e agasalhos.

Ou, se preferir, vá até o Banco de Alimentos, localizado na rua Abdo Rachid, 55, no centro da cidade. Doações de alimentos in natura por agricultores da cidade e região também podem ser feitas ao órgão.

Já para os empresários e comerciantes que desejam saber como contribuir e fazer parte desta rede de solidariedade, basta entrar em contato com a administração municipal pelo e-mail heloize.campos@suzano.sp.gov.br.

Créditos das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano, Maurício Sordilli/Secop Suzano e Wanderley Costa/Secop Suzano

Deixe uma resposta