Enfermeira é homenageada por ‘pré-natal compartilhado’ na Atenção Básica

0
36

Profissional foi reconhecida pelo projeto “Experiências Exitosas” da Saúde  

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do projeto “O SUS que dá certo!”, homenageou nesta semana a enfermeira Raquel Fernandes, que integra a Unidade Básica de Saúde (UBS) Monte Cristo. A profissional foi reconhecida pelo módulo “Experiências Exitosas das Unidades de Saúde de Suzano” diante do trabalho desempenhado no chamado “pré-natal compartilhado” na rede de Atenção Básica. A ação visa fomentar, divulgar e ressignificar as experiências das equipes da Saúde suzanense. 

A enfermeira recebeu os cumprimentos da Diretoria de Atenção Básica, contando com a presença da diretora Flávia Verdugo e do coordenador José Landim. Na oportunidade, a dupla exaltou o trabalho desempenhado na unidade ao relembrar a trajetória profissional da homenageada.

Raquel se formou pela Faculdade de Tecnologia e Ciências da Bahia, em 2007, e é especialista em Saúde Pública. Em 2014, ingressou no Sistema Único de Saúde (SUS) na zona leste de São Paulo, sendo que desde o início da carreira tem interesse nas questões relacionadas à saúde da mulher, em especial das gestantes.

Ainda em São Paulo, na Unidade de Saúde Patriarca, a profissional organizou o atendimento compartilhado em pré-natal. O trabalho consiste no acompanhamento da gestação em consultas de enfermagem intercaladas com o ginecologista. A iniciativa registrou uma boa adesão do público-alvo e evidenciou a parceria efetiva com os médicos na condução do processo gestacional de baixo risco, sempre respeitando as diretrizes do Conselho Regional de Enfermagem (Coren/SP). 

No ano seguinte, em 2015, foi alocada na UBS do Jardim Monte Cristo, em Suzano, e utilizou de sua experiência para traçar estratégias de organização do pré-natal compartilhado com a médica do serviço. O processo contou com ajustes nas questões técnicas de enfermagem para o atendimento de demandas específicas, como teste rápido para as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), coleta de papanicolau e abertura de pré-natal, além da consulta de enfermagem propriamente dita para o atendimento às gestantes.

A proposta resultou na ampliação do monitoramento do cuidado para as gestantes de modo geral, incluindo o aconselhamento, o acompanhamento no pós-parto e na busca ativa de casos prioritários, por exemplo. No ano passado, Raquel também assumiu a gestão da UBS e se dedicou para conciliar as tarefas e manter o atendimento assistencial.

De acordo com a diretora Flávia, o exemplo demonstra a importância do pré-natal compartilhado, com acompanhamento ativo dos ginecologistas e da enfermagem. “As gestantes atendidas pelo ginecologista são referenciadas para a consulta de enfermagem, onde são observados aspectos do âmbito de responsabilidade do enfermeiro. A atuação da profissional referenda a potência da enfermagem na gestão do cuidado, fortalecendo o vínculo das gestantes do território com as diretrizes técnicas do SUS para um bom pré-natal, parto e puerpério”, explicou.

Já o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, destacou que o trabalho reflete em resultados concretos no que se diz respeito à qualidade de vida da população. “A saúde das mulheres, das grávidas e dos bebês de modo especial são indicadores de qualidade de vida de uma cidade. Ao fortalecer as ações de promoção, prevenção e tratamento nesta direção estamos garantindo mais saúde enquanto direito de todos. Estamos orgulhosos com o trabalho desempenhado”, parabenizou.

 

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano

Deixe uma resposta