Ministério da Saúde apoia atitude da Anvisa em Brasil e Argentina; Agência diz que pediu isolamento

0
39

O Ministério da Saúde se manifestou sobre os procedimentos da que levaram à suspensão do jogo entre Brasil e Argentina, neste domingo (5), em jogo válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo-2022. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou em nota que teve o intuito de cumprir a legislação sanitária do país e interromper a partida não esteve em sua alçada.

Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso não poderiam jogar porque não fizeram uma quarentena de 14 dias, conforme prevê a Portaria Interministerial nº 655, de 2021, “a qual estabelece que viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia, estão impedidos de ingressar no Brasil”.

Deixe uma resposta