Exercício Simulado da Defesa Civil

0
70

Foi realizado no dia 3 de setembro, em Francisco Morato, um exercício simulado organizado pela Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de São Paulo, por meio da Divisão de Prevenção e com o Núcleo de Capacitação, e em parceria com a Defesa Civil de Francisco Morato; este treinamento faz parte do Plano de Contingência adotado na cidade intitulado “Simulado de Ocorrência Francisco Morato 2021”.

O simulado foi realizado na Rua Manoel Bandeira, no campo de futebol da Vila Hungaresa, e envolveu a participação de moradores e profissionais da área de socorrismo de toda a região do Cimbaju (Caieiras, Mairiporã, Cajamar, Franco da Rocha e Francisco Morato).

Houve a participação de 17 residências, com supostas 40 vítimas, quando foi utilizado o Método START (Simple Triage and Rapid Treatment) para triagem de vítimas, que consiste em distribuir as vítimas nas respectivas áreas e tem como um dos objetivos contextualizar e delimitar o cenário e seu risco e capacitar a comunidade local para reagir de forma correta em um evento adverso.

No encerramento da ação foi feita uma exposição de equipamentos, materiais do kit de aparelhamento, materiais do kit verão e kit estiagem, e a distribuição de filipetas e revistas educativas à população.

O exercício simulado foi acompanhado pelo vice-prefeito, Ildo Gusmão, pelo coronel Alexandre Romanek, secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, pelo major Alberto Luís Silva, representando o diretor estadual de Proteção e Defesa Civil, o capitão Eduardo Mosna Xavier, chefe da Divisão de Preparação e Prevenção do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil, capitão Robson Mitsuo, comandante Interino do 5º Grupamento de Bombeiros, capitão Máximo, comandante da 4ª Cia do 26º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, pelos secretários municipais Marco Góes (Obras) e Wagner Santana (Assistência e Desenvolvimento Social) e pelos vereadores Anderson da Autoescola, Aguinaldo Vidali, Adriano Fernandes, Edson Nepomuceno, Jailton Santos, Nelsinho da Periferia, João Raposo e Pastor Jorge Gabriel.

Deixe uma resposta