Suzano é eleita a melhor empresa do setor no prêmio Valor 1000

0
143

Na 21ª edição da premiação, a empresa se consagra como destaque

 

Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, foi reconhecida como a melhor empresa do setor de papel e celulose na 21ª edição  da premiação Valor 1000. O anuário é realizado pelo Valor Econômico em parceria com a Serasa Experian e o Centro de Estudos em Finanças da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAE), em São Paulo.

O ranking apresenta um estudo do campo corporativo com as maiores empresas do País, avaliadas em 29 segmentos. A análise é feita a partir das demonstrações contábeis consolidadas. “Nossos produtos são considerados essenciais, por isso nossas operações não pararam na pandemia. Tivemos que priorizar o bem-estar e a segurança de todos os colaboradores e colaboradoras, possibilitando o mesmo nível de segurança para quem atua nas fábricas, operações florestais e no administrativo. Para isso, foi preciso realizar diversas campanhas e mudanças nas escalas operacionais da companhia, sempre priorizando a proteção das pessoas”, afirma Marcelo Bacci, diretor executivo de Finanças, Relações com Investidores e Jurídico da Suzano.

O executivo ainda afirma que, desde o início da pandemia, a Suzano esteve engajada a garantir recursos para as comunidades em uma atuação junto ao Estado para auxiliar no enfrentamento do vírus. “Hoje, a companhia entende que tem que cumprir o seu papel social de incentivar seus colaboradores e colaboradoras a se vacinarem para proteção própria e dos demais. Esse prêmio é o reconhecimento de nossos esforços e ficamos muito felizes com a oportunidade”, acrescenta Bacci.

Em sua 21ª edição, o Prêmio Valor 1000 aconteceu no formato on-line com transmissão pelo YouTube do Valor Econômico.

 

Sobre a Suzano 

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Deixe uma resposta