Suzano supera 411 mil aplicações contra a Covid-19

0
69

Atendimento ocorre nos 24 postos de Saúde, das 8 às 15 horas; não é necessário agendamento

A campanha de vacinação contra a Covid-19 em Suzano alcançou a marca de 411.995 aplicações entre primeira, segunda e terceira dose, conforme atualização do “Vacinômetro”, plataforma oficial do governo do Estado. Até o momento, o município contabiliza 238.732 pessoas imunizadas com a primeira dose, se aproximando da totalidade quanto à estimativa de 244.782 habitantes com idade igual ou superior a 12 anos. O atendimento à demanda de vacinação segue normalmente nesta semana. O acolhimento em todos os 24 postos de saúde é de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas.

Além de apresentar cerca de 97,5% do público-alvo imunizado com a primeira dose, Suzano também conta com índices expressivos em relação à segunda etapa, com 175.688 munícipes com a imunização completa. O número representa mais de 73% do grupo contemplado com a primeira aplicação. Quanto à terceira dose de reforço, a cidade contabiliza 12.681 atendimentos, conforme público abrangido.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, a campanha continua nos postos de saúde. “A descentralização do atendimento ocorre em momento oportuno, com os índices de casos, óbitos e internações por Covid-19 controlados no município. Porém, é preciso reforçar que ainda adotamos o uso obrigatório de máscaras e recomendamos o distanciamento social, bem como o uso de álcool em gel com constante higienização das mãos, além do cronograma vacinal. Somente assim podemos dar como vencida esta batalha”, comentou.  

O atendimento nas salas de vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas. A primeira dose do imunizante contra a Covid-19 é recomendada para pessoas maiores de 12 anos, bastando apresentar RG, CPF, comprovante de endereço de Suzano e a filipeta oficial devidamente preenchida com letra legível. A ficha pode ser acessada e impressa no link bit.ly/FichaCovidSuzano. O pré-cadastro no site “Vacina Já” (www.vacinaja.sp.gov.br), do governo do Estado, também é necessário.

Os menores de idade também precisam da autorização do responsável legal, que deverá acompanhar o jovem ou assinar o Termo de Assentimento Livre e Esclarecido. O documento, disponível para acesso em www.suzano.sp.gov.br, será obrigatório para os menores de idade desacompanhados.

Já a segunda dose é aplicada de acordo com o aprazamento estabelecido no cartão de vacinação. Vale reforçar que atualmente o intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina Coronavac é de quatro semanas; da AstraZeneca/Oxford é de oito semanas e da Pfizer é de três 3 semanas para maiores de 18 anos, e de oito semanas para os jovens entre 17 e 12 anos. Para a segunda dose basta apresentar CPF, documento original com foto e o cartão de vacinação.

Em relação à dose de reforço, a aplicação é recomendada para pessoas imunossuprimidas, profissionais da saúde atuantes e idosos maiores de 60 anos que receberam a segunda dose há seis meses ou mais. Para realizar a etapa, basta o cidadão comparecer ao posto de saúde mais próximo e apresentar o cartão de vacinação e um documento original com foto. No caso das pessoas imunossuprimidas, ainda é preciso apresentar relatório médico ou receita de uso contínuo, assim como os profissionais de saúde devem apresentar comprovante de vínculo empregatício em equipamentos de saúde.

 

 

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano

Deixe uma resposta