Promotoras legais discutem publicidade infantil na 30ª aula do ano

0
111
blank

Conteúdo foi apresentado pela advogada Livia Cattaruzzi às mais de 300 alunas do curso promovido pelo Saspe

 

O 9º curso de Promotoras Legais Populares (PLP), oferecido pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), chega a 30ª aula com material exclusivo sobre publicidade infantil, nesta terça-feira (09/11). O conteúdo foi explanado pela advogada e especialista no assunto Livia Cattaruzzi e pode ser acompanhado no canal “TV Prefeitura de Suzano” (bit.ly/TVPrefeituradeSuzano).

 

A atividade complementa o programa pedagógico do curso, estruturado de forma estratégica para potencializar o espectro de atuação das futuras promotoras e ampliando o debate para o consumismo infantil. O conteúdo é apresentado neste momento em razão da proximidade da Black Friday, quando o consumo tende a aumentar.

 

Durante a aula, de aproximadamente uma hora de duração, a pós-graduanda em Neurociência e Comportamento pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RS) e secretária-geral da Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) traz um panorama geral do consumismo na sociedade e explica sobre como virou uma sensação de pertencimento.

 

“É importante diferenciarmos o consumo do consumismo. Todos somos consumidores, de uma bala a uma passagem de ônibus. Já o consumismo é esse estímulo de consumir sem a reflexão prévia, como se não bastasse a aquisição, mas sim a exibição”, explica.

 

Após a reflexão inicial, a advogada traz o conceito aplicado para o público infantil, que não passa imune a esse processo, com exemplos de propagandas, ações de marketing e como o espaço escolar é visto como um ambiente estratégico para as empresas.

 

Lívia Cattaruzzi também foi advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC ) e do Instituto Alana, onde era responsável pela área de litígio estratégico do programa “Criança e Consumo”. Atualmente, atua como consultora jurídica em Direito do Consumidor e Direito de Crianças e Adolescentes.

 

Por fim, ela reforça que expor as crianças à publicidade abusiva é um crime previsto em lei e que essa rede de apoio com as famílias, profissionais da educação e também das empresas é fundamental.

 

A dirigente do Saspe e primeira-dama de Suzano, Larissa Ashiuchi, comenta que trazer o assunto para o curso é transformador para as participantes. “Muitas das nossas alunas são mães, tias, professoras e pilares essenciais nessa rede de apoio. Dar acesso a um conteúdo tão importante é mais uma oportunidade de fortalecermos um consumo consciente desde a infância”, finaliza.

 

 

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano

Deixe uma resposta