Bolsistas da Frente de Trabalho se formam em cursos de capacitação

0
59
blank

Iniciativa ofereceu novas formações profissionais para turma de 73 bolsistas do programa

A Secretaria de Administração de Suzano realizou nesta sexta-feira (12/11) a formatura dos bolsistas do Programa Frente de Trabalho em novos cursos de capacitação oferecidos pela administração municipal. A iniciativa foi realizada em parceria com o Instituto Catch e beneficiou uma turma de 73 pessoas em cinco modalidades, visando ampliar suas formações e, principalmente, suas oportunidades no mercado de trabalho.

A cerimônia aconteceu pela manhã no Cineteatro Wilma Bentivegna, onde todos os participantes foram recepcionados e receberam seus respectivos diplomas. Ao longo dos três últimos meses, eles tiveram aulas gratuitas paralelas ao trabalho, com cursos que abordaram trabalho em equipe, introdução a informática, métodos para conquistar um emprego, empreendedorismo e atendimento ao cliente.

A entrega envolveu apresentação do prefeito Rodrigo Ashiuchi e contou com o envolvimento da titular da pasta, Cintia Renata Lira, da coordenadora da Frente de Trabalho, Thamires Pacheco, e da diretora do Instituto Catch, Silvia Martins, responsáveis pela oferta dos cursos.

A cozinheira Tamara Mayara dos Santos Mello Medeiros foi a escolhida para ser oradora da turma. Moradora do Jardim Casa Branca, ela tem 25 anos de idade e há 11 meses atua na Frente de Trabalho suzanense. Contente, ela agradeceu a administração municipal pela oportunidade e destacou a importância da medida para os bolsistas. “Eu fiz os cursos de ‘Atendimento ao cliente’ e ‘Trabalho em equipe’, e são aprendizados que vou levar para o resto da minha vida. Temos certeza que estes meses de aulas nos ajudarão muito a conseguir uma boa colocação profissional e somos muito gratos à gestão municipal e ao prefeito Rodrigo (Ashiuchi) pela oportunidade. Foi um prazer participar”, disse.

Os beneficiários do programa desempenham serviços como varrição, limpeza, manutenção, capinação em vias e áreas públicas, entre outros. Mensalmente, eles recebem o auxílio de um salário mínimo (R$ 1.100) e vale-transporte, dependendo da distância entre o local de trabalho e sua residência, porém a participação não representa vínculo empregatício, já que o programa é de caráter assistencial para a formação profissional.

Cintia explicou que a medida pública foi pensada para abrir novas possibilidades para o futuro dos envolvidos, para que conquistem uma nova ocupação. A ideia da parceria surgiu da constatação de que uma das maiores dificuldades para reinserção no mercado de trabalho costuma ser a formação. “Como a posição na Frente de Trabalho é temporária, temos pensado em formas de qualificar os bolsistas para que eles alcancem novas vagas. Quando o participante encerrar seu contrato conosco, já será direcionado para o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e para o projeto Suzano Mais Emprego, onde ocorrerá o encaminhamento para vagas disponíveis”, explicou.

Ashiuchi parabenizou a todos da turma pela importante conquista e também à iniciativa da pasta junto ao Instituto Catch, por viabilizar uma possibilidade tão importante de extensão profissional aos bolsistas. “Este conhecimento poderá ser o diferencial deles na disputa por vagas em breve, para que conquistem seu espaço no mercado de trabalho e garantam melhores condições de vida no futuro”, concluiu.

Também estiveram presentes na ocasião o chefe de Gabinete, Afrânio Evaristo, o controlador-geral do município, Sadao Sakai, e os secretários Alex Santos (Governo), Leandro Bassini (Educação), Arnaldo Marin Júnior (Esportes e Lazer), André Chiang (Meio Ambiente), Elias Marques de Lima (Segurança Cidadã), Marcelo Prado (Comunicação Pública) e Itamar Viana (Planejamento Finanças). 

Crédito das fotos: Maurício Sordilli/Secop Suzano

Deixe uma resposta