Educação promove semana de valorização da cultura afro-brasileira

1
65
blank

Iniciativa celebra o Dia Nacional da Consciência Negra e é realizada em parceria com a Secretaria de Cultura e movimentos negros da cidade

 

A rede municipal de ensino de Suzano está realizando novas atividades de valorização da cultura afro-brasileira nesta semana. A medida faz parte de uma série de ações voltadas para celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado neste sábado (20/11). Com isso, os alunos estão tendo atividades diferenciadas junto à sua rotina de aulas e algumas escolas contam com apresentações culturais abertas ao público.

 

Na última terça-feira (16/11), a Escola Municipal Professora Ana Rita Gomes sediou a abertura oficial da Semana Zumbi dos Palmares, realizada pelas secretarias municipais de Educação e de Cultura, em parceria com a União de Negros Pela Igualdade (Unegro). A cerimônia, que marcou o início das novas atividades comemorativas, contou com a participação de 40 crianças da unidade e teve apresentação de canto e palestra a respeito do combate ao racismo.

 

Estiveram presentes o titular da pasta de Educação, Leandro Bassini, o secretário municipal de Cultura e vice-prefeito, Walmir Pinto, a diretora da escola, Cintia Souza, a equipe de funcionários da unidade, familiares e responsáveis dos estudantes e representantes da Unegro, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (CPD) Sociocultural Negro Sim e do Coletivo Antirracismo Milton Santos, que estão envolvidos nos trabalhos de conscientização e na oferta de atividades de lazer. Membros da ONG Gerando Falcões também marcaram presença na abertura.

 

Ao longo desta semana, a unidade está reunindo os alunos para sessões de contação de história durante a manhã e a tarde, aliadas ao andamento normal das aulas. Já à noite, a partir das 18 horas, a escola municipal abre as portas ao público local para apresentações culturais diversas, com dança, capoeira, música e palestras.

 

Bassini explicou que ações semelhantes acontecem por toda a rede municipal, de acordo com as articulações de cada unidade de ensino. Mesmo com a autonomia de desenvolver atividades próprias, todas seguem alinhadas e empenhadas nas práticas de conscientização e combate ao racismo. “Por meio de projetos lúdicos e didáticos como estes, com brincadeiras, histórias e intervenções culturais de matriz africana, mostramos aos pequenos a importância de respeitar o próximo e romper essa corrente de ódio e segregação que, infelizmente, ainda é uma realidade em nossa sociedade”, disse.

 

Segundo o titular da pasta de Cultura, a integração entre as secretarias tem um papel fundamental para expandir a formação dos alunos e fortalecer a luta por igualdade. “Suzano tem um trabalho constante para promover a valorização da identidade e cultura afro-brasileira. Esta semana mais que especial de atividades prestigia as diferenças e convida os estudantes a entenderem o impacto do preconceito e das desigualdades raciais na vida de tantas pessoas. A cultura tem um poder transformador e abre espaço para que possamos trazer essa discussão de forma leve e conscientizadora para as crianças, por meio de várias linguagens artísticas, permitindo que estimulemos o respeito e a empatia nas próximas gerações”, concluiu.

 

 

Crédito das fotos: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta