Procon de Suzano faz orientações e prepara fiscalização para Black Friday

2
68
blank

Órgão municipal promove acompanhamento de clientes e comerciantes durante período de descontos

 

O Procon de Suzano está oferecendo acompanhamento de clientes e comerciantes para a Black Friday de 2021. O órgão municipal de defesa do consumidor inicia um esquema de fiscalização e orientações voltados para o dia de ofertas que movimenta a rede de varejo. As dicas envolvem cuidados com as aglomerações em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), consumo responsável, atenção com os direitos reservados aos clientes e deveres dos estabelecimentos.

 

A Black Friday deste ano, marcada para a última sexta-feira do mês de novembro (26/11), reúne preços e condições de compra com valores menores que o usual antes das festas de fim de ano, o que confere grande movimentação de consumidores. Por isso, o Procon promove orientações a respeito dos cuidados que os clientes devem tomar com estabelecimentos, ofertas e funcionários desde os primeiros dias do mês, quando certos produtos já recebem aplicação de descontos.

 

Considerando o cenário de pandemia, o órgão municipal, que tem à frente a diretora Daniela Itice, emitiu uma série de orientações para os estabelecimentos seguirem, pensando na segurança dos consumidores que estarão circulando pelas lojas. Entre elas destacam-se recomendar aos compradores a não saírem em grupo ou com toda a família, promover o distanciamento nas filas dos caixas e dispor de álcool em gel para os clientes. O órgão também afirma que os estabelecimentos devem controlar o acesso de pessoas, caso necessário.

 

Tratando das práticas registradas no Código de Defesa ao Consumidor, o Procon regulariza as condições para aplicar promoções, processo de venda e troca, orientações quanto à quantidade e reserva de estoque, meios de pagamento, uso de códigos de barra e comunicação geral com os clientes, visando sua proteção no momento da compra. As regras e as orientações se aplicam tanto nas lojas físicas como digitais, em sites de compra.

 

“É sempre importante que os consumidores estejam cientes da prática de preços dos estabelecimentos, para que possam entrar em contato no caso de sentirem que seus direitos foram violados e ter o pleno conhecimento deles enquanto clientes para devolverem, trocarem ou até mesmo pedirem reembolso de produtos. Assim como em outras épocas do ano, as pessoas devem fazer pesquisa prévia dos valores aplicados, para saber a oportunidade mais bem encaixada aos seus ganhos, sempre atentando-se ao processo de pagamento e às notas e boletos, que podem evidenciar falsos beneficiários”, destaca.

 

Ao longo dos dias que antecedem a sexta-feira de descontos, o Procon também promove vistorias nos comércios do município, em especial de venda de eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos, notificando práticas abusivas registradas no trato com os clientes e aplicando multas no caso de ofertas enganosas e precificação indevida, fato constatado quando a evolução dos valores apresenta aumento nos 60 dias anteriores à data, apenas para sofrer reajuste ao preço anterior sob a condição de oferta especial.

 

A responsável pelo órgão conta que a Black Friday promove uma grande movimentação entre os consumidores e para evitar abusos ou danos à saúde financeira das pessoas a atuação do órgão é primordial. “Policiar a aplicação dos preços durante a data e o mês como um todo é uma prática que protege o cliente, que pode ter a garantia de que seus direitos enquanto consumidores serão respeitados. A fiscalização também inibe esses abusos e é justamente por isso que fazemos esse procedimento anual nos estabelecimentos, dando a segurança necessária para que os suzanenses façam suas compras”, pontuou.

Consumidores que queiram apresentar queixas sobre abusos e más práticas de comércio e serviço, relacionadas ou não à Black Friday, podem procurar o Procon de Suzano, que fica na rua Baruel, 126, no centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e o telefone de contato é o (11) 4744-7461 .

 

Crédito das fotos: Irineu Junior/Secop Suzano 

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta