Homem morre cinco dias depois de ‘ressuscitar’ em freezer de necrotério: ‘Ele queria viver’

0
72

Um homem de 40 anos surpreendeu a família na última quinta-feira (18) ao acordar em um necrotério de Meerut, na Índia, após ter sido considerado vítima fatal de um acidente de trânsito. O que eles definitivamente não esperavam, no entanto, era que cinco dias depois da sua “milagrosa” recuperação, Srikesh Kumar faleceria por conta de uma hemorragia interna.

O homem, que era casado e trabalhava como eletricista, sofreu um acidente de moto na última semana e chegou a ficar sete horas dentro do freezer do necrotério. A um jornal local, o irmão de Kumar disse que a família está em choque após a sequência de tragédias.

“Meu irmão lutou por sua vida, mas perdeu a batalha depois de cinco dias. Ele queria viver. Ele mostrou sinais de recuperação, pois costumava responder sempre que chamávamos seu nome. Seus sinais vitais estavam normais. No entanto, ele tinha um coágulo no cérebro”, disse Satyanand Gautam ao Times of India.

Médicos serão denunciados

Os médicos que socorreram o indiano na faculdade de medicina Lala Lajpat Rai Memorial, na cidade de Meerut, o declararam morto após não encontrarem mais nenhum batimento cardíaco. O engano só foi percebido no momento em que a cunhada de Kumar, Madhu Bala, foi assinar o documento da autópsia e percebeu que ele se movia.

“Vamos apresentar uma queixa contra os médicos por negligência, pois quase mataram Srikesh colocando-o em um freezer”, disse ela. Já a superindente médica do hospital, Rajendra Kumar, definiu a recuperação do homem como um “milagre” e afirmou que esse foi o “mais raro dos casos raros”.

Deixe uma resposta