Entre as principais ações da pasta estão a gestão para preservação ambiental e o fortalecimento da rede de captação e destinação de resíduos

 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente apresentou nesta quarta-feira (22/12), as atividades e progressos realizados ao longo de 2021. Entre as melhorias, o titular da pasta, André Chiang, destacou a construção do novo ecoponto no Jardim Dona Benta e as ações de gestão e intervenções para preservação ambiental e descarte regular. 

 

No primeiro semestre deste ano, a equipe concentrou suas atividades na consolidação e fortalecimento de políticas públicas para conservação de recursos naturais e contra crimes ambientais, incluindo as reuniões online dos Conselhos Municipais de Saneamento Ambiental (Comsam) e de Defesa do Meio Ambiente (Comdema). 

 

Durante os encontros remotos, a equipe administrativa traçou estratégias para o combate ao descarte irregular nos bairros da cidade, fortalecendo a rede de estruturas públicas para captação e seleção de resíduos. Partindo do princípio da contribuição dos munícipes nesta trajetória, a pasta fomentou a atuação dos três ecopontos já existentes, e em junho inaugurou mais uma unidade no Jardim Dona Benta (estrada Takashi Kobata, 183). 

 

O objetivo dos equipamentos de preservação é acolher os resíduos que não são atendidos pela coleta seletiva comum, de forma gratuita. Só neste ano, foram mais de 2 mil toneladas de resíduos sólidos, recebidos e encaminhados à destinação apropriada, que evitou o acúmulo dos mesmos e outros desequilíbrios ambientais. O trabalho das equipes foi reconhecido e homenageado em sessão da Câmara de Suzano.

 

Os ecopontos estão localizados em pontos específicos da cidade: no Parque Maria Helena (rua Antônio Francisco dos Santos, 186), no Boa Vista (rua Vitor Miguelino, 553) e na Marginal do Una (rua Afonso Nícola Redondo, s/n). E estão à disposição de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30, e aos sábados, das 8 às 12 horas, exceto feriados.

 

Com o objetivo de conscientizar a população e educar de forma lúdica, a pasta lançou uma campanha nas redes sociais oficiais da Prefeitura de Suzano denominada “Liga do Entulho Zero”, que consiste em um grupo de super-heróis suzanenses que simbolizam a luta contra essas irregularidades. “A medida foi criada para reforçar a importância de dar o destino correto aos resíduos descartáveis e tornar mais atrativa as informações para o público”, reforça Chiang. 

Seguindo o mesmo propósito, a administração também trabalha com o Programa Caçamba Verde, pioneiro na região do Alto Tietê. A iniciativa é voltada para o monitoramento das empresas caçambeiras que transportam os entulhos de grande volume, por meio da ferramenta de georreferenciamento “GRX Waste Track”. Atualmente, o serviço é responsável pelo rastreamento e gerenciamento de 19 empresas, que podem ser consultadas por meio do link bit.ly/suz-empresas-entulho.

 

Fiscalização

Para complementar a atuação do programa municipal, foi lançada uma plataforma digital de fiscalização colaborativa denominada “Suzano Pontos Viciados” (suzano.pontosviciados.com.br), por meio da qual os suzanenses podem denunciar casos de caçambas irregulares e qualquer tipo de descarte irregular, apenas anexando uma foto da situação flagrada. Com a participação pública, a pasta executou 102 ações fiscalizatórias, recebeu 70 notificações e autuou cerca de 56 empreendimentos.

 

Todos os materiais recolhidos na cidade têm um destino específico, assim como os recicláveis e inservíveis, que são recolhidos pelos caminhões da Operação Cata-Treco Solidário e, posteriormente, direcionados para as Centrais de Triagem do Miguel Badra e do Jardim Colorado. Neste ano, 150 toneladas de itens foram selecionadas, prensadas e vendidas para as empresas de logística reversa. E o valor arrecadado pode contribuir com a renda de 14 famílias cooperadas e pessoas em situação de vulnerabilidade. 

 

O Setor de Bem-Estar Animal foi destaque com mais de mil atendimentos para promoção do cuidado com as vidas de cães e gatos. Foram registrados neste ano cerca de 150 animais resgatados, 143 adoções responsáveis e mais de 800 castrações, realizadas em parceria com as clínicas veterinárias conveniadas. 

 

Em relação a gestão dos licenciamentos ambientais, a pasta emitiu cerca de 153 autorizações, manifestações e outros termos legais. Os documentos são obrigatórios para qualquer empreendimento que atue sob condições que possam vir a impactar a natureza e permitem o controle e inibição de possíveis crimes ao meio ambiente. 

 

Chiang parabenizou o engajamento da equipe e reforçou o comprometimento com a preservação ambiental. “2021 foi um ano de muitos desafios e inovações dentro da pasta. Mesmo com a pandemia, seguimos com nossa missão e fortalecendo os propósitos para uma Suzano mais sustentável. Ainda temos muito trabalho pela frente, mas este levantamento aponta que estamos na direção certa”, finaliza. 

 

 

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano

  • Clique e Leia

Deixe uma resposta