Projeto contra insegurança alimentar é destaque em escola no Monte Cristo

0
104

Iniciativa visa ensinar alunos, pais e responsáveis sobre alternativas para cultivo e consumo de alimentos de forma saudável

 

A Escola Municipal Vereador Antônio Teixeira concluiu o “Projeto Horta”, voltado para a conscientização e o combate à insegurança alimentar. A iniciativa da unidade do Jardim Monte Cristo contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e do Departamento de Agricultura de Suzano com materiais, profissionais e orientações para conduzir o plantio e as atividades pedagógicas direcionadas às famílias participantes.

 

A ação foi criada no retorno presencial das aulas como um método de conscientização, pensando no cuidado com as plantações, os recursos naturais e o meio ambiente. À medida que os trabalhos com os alunos eram realizados, notou-se que muitas crianças e seus responsáveis viviam em situação de insegurança alimentar, motivando a reestruturação do projeto.

 

Alunos da educação infantil e do ensino fundamental participaram de todo o processo de cultivo e colheita de legumes e verduras em um espaço destinado exclusivamente para este fim no jardim da escola. No segundo semestre deste ano, foram plantadas mudas e sementes de alface, rabanete, rúcula e outras. Durante o período, as crianças cuidaram diariamente do espaço, regando e observando o processo de crescimento.

 

O “Projeto Horta” contou com a participação direta do Departamento de Agricultura da cidade, que forneceu as sementes, os equipamentos e a orientação profissional para funcionários e alunos da unidade. Também houve aulas do tema, como processos de cultivo, cuidados com meio ambiente, ciclos naturais e plantações. Ao final, já em dezembro, as crianças puderam levar verduras e legumes que colheram para casa.

 

Para a diretora da escola, Marli de Fátima, aliar a Educação ao modo de viver pode fazer a diferença para as famílias do bairro. “Aqui nós incentivamos as nossas crianças a explorarem esse lado mais prático ao mesmo tempo em que aprendem mais e mais. Com esse projeto elas podem ter esse contato próximo com o cultivo, aprendendo desde cedo sobre esse lado da ecologia e do consumo próprio, um tema que sempre será trabalhado pelos nossos professores”, disse.

 

Ela relatou também que o projeto recebeu grande aceitação das famílias. “Na última semana, nós recebemos várias fotos e vídeos de mães e pais que registraram as crianças durante uma refeição preparada com aquilo que colheram. Foi um reconhecimento muito gratificante, pois mostra como elas estavam envolvidas nesse processo que beneficiou a todos, não apenas pelo conhecimento, como pela vida”, ressaltou Marli, confirmando que os resultados motivam a direção da escola a continuar com o projeto em 2022.

 

De acordo com o secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, esta foi uma ótima iniciativa da instituição, pois reforça a importância da consciência alimentar desde a infância. “É um belo exemplo de como podemos levar a educação ambiental e a realidade da insegurança alimentar para dentro das escolas, contribuindo com a comunidade a promover uma melhor qualidade de vida. Parabenizo a diretora Marli e toda a equipe da escola pelo trabalho, assim como agradeço ao diretor Minoru Harada e todo o Departamento de Agricultura pelo apoio à bela ação na escola Vereador Antônio Teixeira”, disse.

 

 

Crédito das fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano

 

  • Clique e Leia

Deixe uma resposta