Doutorando da UNG conquista prêmios em congressos internacionais

0
62
Doutorando da UNG conquista prêmios em congressos internacionais
  • blank
    Clique e leia a Edição 190/21 do Jornal Folha 12 - 10 de Dezembro de 2021
O especialista em Implantodontia, Marcelo Melo, garantiu 1º lugar em uma das pesquisas
Dedicação e disciplina garantem excelentes resultados, tanto na vida pessoal quanto profissional. O aluno de doutorado do Programa de Pós-graduação em Odontologia da Universidade UNG, Marcelo Melo, conhece bem essa realidade e dá exemplo quando o assunto são conquistas. Ao longo do ano, o dentista ganhou três prêmios internacionais e encerrou 2021 com muitos motivos para comemorar.
Com todo o conhecimento e experiência que tem adquirido na UNG, ele conquistou, em setembro, o primeiro lugar em Pesquisa Básica, durante congresso da International Academy of Periodontology, realizado em Cartagena, Colômbia. Já em novembro, participou, de forma on-line, do congresso da Federación International de Implantología Oral, sediado no Chile, e garantiu a segunda colocação. O trabalho apresentado nos dois eventos, sob orientação dos professores Jamil Shibli e Bruno Bueno Silva, mostrou o efeito antimicrobiano do Blue-M no Biofilme Subgengival Periodontal.
“O estudo in-vitro teve como objetivo testar um produto que já estava disponível comercialmente para uso, indicado em bula como adjuvante no tratamento da doença periodontal. Parecia ter bons resultados clínicos, mas até o momento não havia nenhum estudo no mundo comprovando sua eficácia. Além disso, na metodologia utilizada, foi produzido em laboratório um biofilme com 32 espécies bacterianas relacionadas à doença periodontal, algo que é complexo e feito em poucos lugares no mundo (UNG, Forsyth e Universidade da Pensilvânia), o que possibilita avaliar o efeito do produto em cada uma dessas bactérias. Os resultados foram positivos, já que o Blue-M apresentou efeito antimicrobiano melhor para as bactérias consideradas mais patogênicas, que são as do complexo vermelho”, explica o especialista em Implantodontia sobre a pesquisa.
Além dessas conquistas em eventos que reuniram profissionais renomados de diversos países, Marcelo já comemora a classificação no congresso da Academy of Osseointegration, o maior dos Estados Unidos em Implantodontia. O dentista apresentará o estudo sobre Tratamento Cirúrgico Regenerativo para Defeitos Intraósseos relacionados à Peri-implantite, em fevereiro, em San Diego, e recebeu o prêmio da Osseointegration Foundation, como um dos melhores estudos submetidos ao evento.
“Este trabalho, já classificado entre os melhores, é importante, uma vez que ainda não existe consenso sobre qual o protocolo ideal para o tratamento da peri-implantite. O tratamento realizado nesse estudo, com um longo acompanhamento dos pacientes, mostrou regeneração óssea significativa e remissão dos fatores inflamatórios, que se mantiveram no longo prazo”, relata. Pesquisa também foi orientada pelo professor Jamil Shibli, um dos cientistas mais influentes do mundo na área de Implantodontia.
Shibli destaca que as premiações são resultado do suporte da mantenedora ao Programa de Pós-graduação, além de muito empenho do corpo discente e aproveitou para parabenizar o aluno pelas conquistas. “O Marcelo, assim como outros discentes, tem trilhado uma trajetória de sucesso na área da Implantodontia, refletindo os esforços do Programa de Pós-graduação em formar não somente o pesquisador e professor doutor, mas também o indivíduo como um todo”, pontua.

Marcelo atribui seu desempenho ao esforço e aos diferenciais do Programa de Pós-Graduação da UNG. “Estou feliz com o reconhecimento e, sem dúvida, é muito importante por mostrar o nível de pesquisa que conseguimos realizar no PPGO. O programa nos ensina a desenvolver um pensamento crítico, buscar entender como funciona cada processo de doença e de tratamento. Além disso, desenvolvemos habilidades para lecionar com excelência e conhecemos processos para realizar uma pesquisa de qualidade. Os professores são fantásticos, alguns deles classificados entre os melhores no mundo, segundo a Universidade de Stanford. Outra vantagem é o networking feito durante o curso, pois nossos colegas de turma são dentistas excelentes, em diversas áreas, possibilitando uma troca de experiência muito rica”, ressalta.

Deixe uma resposta