A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Itaquaquecetuba completou um ano e nesse período, realizou 1.454 boletins de ocorrência e 386 medidas protetivas foram encaminhadas ao Poder Judiciário, um ganho considerável no trabalho de enfrentamento à violência doméstica e familiar em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres.

Só este ano, a secretaria assistiu 203 mulheres e, de acordo com a secretária Hadla Issa, a tendência é de que o número cresça, uma vez que as mulheres estão se sentindo mais seguras para procurar os serviços oferecidos. “Temos a Ronda de Proteção à Mulher que faz atendimento conjunto com profissionais multidisciplinares, além de parcerias com a Polícia Militar, comércios e a própria DDM.”

Para o prefeito Eduardo Boigues, buscar emendas, projetos e apoio para acabar com o ciclo da violência doméstica e familiar é fundamental. “As mulheres sabem que não estão sozinhas, estão com mais coragem e apoio para denunciar. Não podemos permitir violência, principalmente de gênero”, acrescentou.

Os telefone para denunciar violência contra a mulher são: 180 (Central de Atendimento à Mulher),153 (GCM) e 190 (PM). O horário de funcionamento da DDM é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na avenida João Barbosa de Moraes, 448 – Vila Zeferina. Ao lado, funciona a Secretaria de Políticas para Mulheres, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O telefone é (11) 4753-5291.

Fotos: Divulgação e Dayane Oliveira
  • Clique e Leia

Deixe uma resposta