Parlamentares concederam uma medalha em reconhecimento aos serviços sociais prestados; evento também prestigiou mais 22 suzanenses do projeto “Mulheres Fazendo História”

Em alusão ao mês da mulher, a dirigente do Fundo Social de Solidariedade, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, foi homenageada pela Câmara Municipal com a “Medalha Vereadora Augustinha Raphaela Maida Molteni”. A cerimônia, realizada na noite da última segunda-feira (28/03), também foi marcada pela celebração dos serviços prestados por 22 suzanenses que integraram o projeto “Mulheres Fazendo História na cidade de Suzano”.

O evento contou com a presença do prefeito Rodrigo Ashiuchi, que compôs a mesa ao lado do presidente da Câmara Municipal, o vereador Leandrinho; do presidente da OAB de Suzano, Fabrício Ciconi; da coordenadora do Curso de Direito da Faculdade Piaget, Solange Tomiyama; e da delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher, Silmara Marcelino. 

A honraria da noite foi instituída em 2019 pela vereadora Gerice Lione e leva o nome da primeira parlamentar do legislativo suzanense. O principal intuito é de reconhecer as mulheres que se destacaram por meio de ações em prol da sociedade, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Além da primeira-dama, Larissa Ashiuchi, a policial militar de reserva Maria Alice Porfírio da Silva, também foi contemplada. 

Em seu discurso, a autora da homenagem reforçou o protagonismo das mulheres frente aos estereótipos da sociedade e do poder de se reinventar diante de situações adversas. “As mulheres sempre estiveram à frente de grandes transformações em nossas vidas, em todos os cargos que ocupam, desde a maternidade até o profissional, e isso deve ser exaltado diariamente. Em nome da vereadora Augustinha, uma mulher forte, que nós prestamos a homenagem a tantas outras que ressignificam esta palavra diariamente”, afirmou Gerice. 

Para a primeira-dama Larissa Ashiuchi, ainda é necessário atribuir mais visibilidade para o trabalho das mulheres e eventos como este são de grande importância para a população. “Estou muito feliz e honrada em ser um dos nomes eleitos para receber esta homenagem e gostaria de direcioná-la a todas as outras mulheres que são um exemplo de força, altruísmo e empatia, em especial à minha mãe, Elza Antoniassi. São estes sentimentos que movem o mundo e transformam realidades. E tenho certeza que juntas somos mais fortes”, disse.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi finalizou sua fala exaltando as indicadas às honrarias e reforçando seu desejo por uma sociedade mais justa e igualitária. “Nesta noite, temos mulheres que promoveram melhorias sociais, contribuíram para geração de emprego, qualidade de vida e dignidade. Por trás de toda congratulação, tem uma história para se orgulhar e ser reconhecida. Nestes 73 anos de Suzano, vocês são um dos maiores presentes”, finalizou.

Homenagens

Durante a cerimônia, a homenagem se estendeu às suzanenses que foram escolhidas pela própria população em votação livre, nas edições de 2021 e 2022 do projeto do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe). Entre os nomes eleitos estavam a Regina Rondinelli, representando (in memoriam) Esther Hidalgo Leite Rondinelli e a Marilia Gomes Mathias, da Rede Feminina de Combate ao Câncer; e as profissionais Celina Silva, Sandra Lopes Nogueira, Maria Margarida Mesquita, Jaqueline Mendes Ferreira e a Patrícia Braga, da Comissão da Mulher Advogada da OAB Suzano.

  • Clique e Leia

Deixe uma resposta