Após imagens captadas pelo sistema de monitoramento, equipe foi enviada ao endereço e deteve três indivíduos com latas de tinta spray

 

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano deteve um grupo de pichadores na rua General Francisco Glicério. O caso, que ocorreu na região central, foi registrado pela Central de Segurança Integrada (CSI) e resultou no encaminhamento de três indivíduos à Delegacia Central de Polícia, na apreensão de duas latas de tinta spray de tinta por parte da equipe e na emissão de multa aos envolvidos.

 

Na madrugada do último dia 10 (domingo), uma equipe recebeu aviso sobre depredação em andamento em um estabelecimento comercial nas proximidades da estação de trem.

 

Chegando ao local, os agentes flagraram os três indivíduos e os abordaram. Durante busca pessoal, foram localizadas duas latas de tinta spray que haviam sido utilizadas para pichar a fachada da loja. Diante disso, os guardas solicitaram apoio de uma viatura auxiliar para efetuar o encaminhamento dos acusados – todos maiores de idade – à Delegacia Central de Polícia de Suzano para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

 

A lei municipal nº 5.092 prevê a aplicação de multa ao autor de pichação no valor de R$ 5,5 mil em caso de flagrante. Para isso, os casos são enviados ao Departamento de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Suzano, que realiza os procedimentos administrativos necessários.

 

De acordo com a comandante da GCM, Rosemary Caxito, o atendimento à ocorrência seguiu o padrão de atuação desta equipe, específica para casos de depredação. “O serviço foi exemplar, com a verificação da ocorrência, encaminhamento da guarnição, abordagem, apreensão das latas de spray e condução dos suspeitos para a delegacia. Estamos aqui para servir e evitar transtornos como este”, comentou.

 

Segundo o secretário de Segurança Cidadã de Suzano, Elias Marques de Lima, a GCM tem atuado de maneira incisiva para coibir ocorrências de pichação e outros tipos semelhantes na cidade. “Desta maneira, conseguimos evitar grande parte da depredação de patrimônios públicos e privados, algo que causa transtornos e poluição visual. Nossas equipes estão atentas e prontas para agir conforme estabelecem as leis, com todo o apoio das câmeras de monitoramento da CSI”, disse.

 

Outras ocorrências

A GCM também atendeu a outras ocorrências no mesmo período. Durante patrulha preventiva no último dia 8 (sexta-feira), no Parque Heroísmo, agentes da Ronda Ostensiva Motorizada (Romo) foram alertados sobre tráfico de drogas nas proximidades da rua 12, por volta das 13h30. Chegando ao local, os guardas foram avistados por uma suspeita, que tentou fugir adentrando o bairro, mas sem sucesso.

 

Ao verificar a bolsa da mulher, os oficiais encontraram uma sacola com entorpecentes, sendo 36 papelotes de maconha, seis porções de skank, nove invólucros de cocaína e 89 pinos de crack, além de R$ 223,50. O flagrante motivou o encaminhamento da acusada à Delegacia Central de Polícia, onde foi colocada à disposição da Justiça e o material apreendido apresentado.

 

Já na noite anterior (07/04), uma das equipes de patrulhamento da base da GCM no Jardim Casa Branca atendeu dois proprietários de uma pizzaria que diziam que um de seus entregadores havia sido abordado por suspeitos armados na estrada das Neves e teve a motocicleta roubada quando fazia uma entrega. O sistema de rastreamento indicava que o veículo estava nas proximidades da Escola Estadual Tokuzo Terakazi, para onde a guarnição foi com o motociclista.

 

Chegando ao local, a moto foi rapidamente encontrada e, como a queixa não havia sido prestada em delegacia nem à Polícia Militar, via 190, foi imediatamente devolvida ao dono sem avarias.

 

 

Crédito das fotos: Divulgação/Secop Suzano

 

  • Clique e Leia

Deixe uma resposta