Com objetivo de fomentar o empreendedorismo, evento reuniu 26 expositoras, que puderam divulgar seus trabalhos nas áreas de artesanato/decoração, moda/artigos femininos, alimentação e saúde 

 

Empoderamento, liberdade e inspiração são palavras de ordem no Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC). E nada mais singelo e inspirador do que celebrar o Dia das Mães com a segunda edição da Feira da Mulher Empreendedora. Na última terça-feira (03/05), o complexo esportivo e de lazer reuniu 26 expositoras para divulgar seus trabalhos nas áreas de artesanato/decoração, moda/artigos femininos, alimentação e saúde. 

Cerca de 800 associados puderam acompanhar as atividades durante todo o dia, que teve também sorteios e a apresentação da cantora Kelly Valentte, além da barraca da equipe Brasa Grill, que serviu espetos e lanches variados no local. 

“Mais uma Feira da Mulher que vai ficar marcada pela organização e por oportunizar momentos de interação e de negócios. Além da homenagem que fazemos a todas as mulheres, nos preocupamos em evidenciar as guerreiras que desempenham inúmeras tarefas no cotidiano, inclusive ser mãe e administrar o próprio negócio”, comentou a diretora social Cidinha Mennichelli, que divide os trabalhos da pasta com Patrícia Nakashima. 

A participação dos associados tem sido cada vez mais constante nos eventos do Clube de Campo. Isso se deve ao cuidado com a instituição, além do respeito e da transparência nos trabalhos desempenhados por toda equipe gestora e operacional. 

A idealizadora do evento, Karin Camargo, lembrou que a integração do público motiva ainda mais o clube em executar sua agenda de atividades, priorizando sempre os associados e criando novas formas de valorizar o que há de positivo. Na ocasião, o Grupo de Costura e o Tricô do Bem também marcaram presença na Feira da Mulher Empreendedora, dando visibilidade às associadas que conduzem o trabalho de caridade voluntário. 

“Ficamos felizes pelo retorno de cada associado que nos procura. Poder contribuir para o fomento ao empreendedorismo dentro do Clube de Campo, além de ajudar em causas sociais, é de se comemorar bastante. Tanto o Tricô do Bem quanto o Grupo de Costura realizam um trabalho social há anos e ajudam famílias que mais precisam na cidade. Nada mais justo que reservar um espaço exclusivo para esses dois belos projetos em nossa Feira da Mulher”, afirmou Karin. 

  • Clique e Leia

Deixe uma resposta