Tarcísio de Freitas vai à sede do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil, que perdeu equipamentos e remédios durante forte chuva



O governador Tarcísio de Freitas visitou nesta segunda-feira (22) a sede do Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI), em Sorocaba, e garantiu apoio financeiro do Estado para que o hospital volte a funcionar plenamente o mais rápido possível. Na madrugada de sábado (20), a unidade de saúde foi inundada durante temporais que provocaram destruição e uma morte na cidade.

“A gente tem uma avaliação de quase R$ 7 milhões para o GPACI de imediato. Temos equipamentos e medicamentos que foram perdidos. Quando a gente pega R$ 1,75 milhão em medicamentos, R$ 4,7 milhões em equipamentos e botando alguma coisa a mais que ainda não apareceu, estamos falando de quase R$ 7 milhões que vão ter que ser repassados de imediato. A gente vai trabalhar com a Secretaria da Saúde para repassar esse recurso”, disse o governador.

Referência regional no tratamento contra a doença, o GPACI foi bastante atingido pela inundação, que afetou todo o primeiro andar do hospital. Houve prejuízos na ala de quimioterapia e também em consultórios, serviços de imagem e diagnóstico, farmácia, lavanderia, recepção e almoxarifado, entre outros setores.

De acordo com Tarcísio, a intenção do Estado é antecipar recursos ao GPACI que seriam destinados via emendas parlamentares. “A gente vai trabalhar com a Secretaria da Saúde para repassar esse recurso. Vamos pagar imediatamente as emendas oferecidas por deputados federais e estaduais de maneira que a gente possa compor o orçamento e ajudar a mitigar os prejuízos causados pela chuva. E, obviamente, deixar a porta aberta para ajudar naquilo que for necessário, não se limitando ao levantamento preliminar.”

O governador também reafirmou que a administração estadual vai continuar atuando em parceria com a Prefeitura de Sorocaba para recuperar equipamentos de infraestrutura urbana e patrimônio histórico afetados pelas enchentes. Tarcísio também disse que a Defesa Civil do Estado continuará a oferecer itens de ajuda humanitária para famílias desabrigadas e desalojadas na cidade.

“Nós já mandamos para cá kits de limpeza, cestas básicas e colchões. Nós vamos continuar mandando ajuda humanitária e, além disso, em parceria com a prefeitura, a gente vai verificar quais são as necessidades para recuperação de infraestrutura. Houve rompimentos de bueiros e pontes e vamos ajudar a prefeitura a restabelecer a normalidade no município”, reforçou o governador.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

source
Com informações do Governo de São Paulo

Anúncios

Deixe uma resposta