Cineteatro recebe evento sobre inclusão de jovens com deficiência intelectual

0
32

Organizada pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, iniciativa contou com cerca de cem servidores municipais; outros três encontros já estão confirmados

O Cineteatro Wilma Bentivegna recebeu nesta sexta-feira (09/02) o projeto “Inclusão, mais que um direito!”, promovido pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano em parceria com o Instituto Jô Clemente. A ideia da ação é capacitar servidores municipais para atuar em situações de violência ou violação de direitos contra crianças e adolescentes com deficiência intelectual. Cerca de cem profissionais assistiram a uma roda de conversa que contou com apresentações, palestras e orientações sobre proteção de direitos.

Os participante trabalham em diversas áreas da administração municipal, incluindo Assistência e Desenvolvimento Social, Saúde e Educação, além de conselheiros tutelares e membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD), do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Suzano (Comdicas). O projeto também conta com os apoios do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condeca) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. O tema é abordado em quatro módulos, sendo o primeiro realizado nesta sexta-feira e os demais em encontros programados para ocorrer nos próximos meses.

Os assuntos das futuras reuniões são “Deficiência: um convite para conhecer as diferenças”; “Deficiência Intelectual”, “Crianças e Adolescentes: história, cultura e contextos atuais”, “Família e seus contextos”, “Violação de direitos contra crianças e adolescentes com deficiência”, “Prevenção à violência”, “Introdução à política pública e legislações” e “Trabalho em rede: enfrentamento e prevenção”.

Ao final, a capacitação contará com um seminário em que é feita uma análise da realidade municipal voltada ao tema. De acordo com a superintendente-geral do Instituto Jô Clemente, Daniela Mendes, as atividades preparam os servidores e auxiliam no combate à violação de direitos das pessoas, em especial com deficiência intelectual. “Esses encontros buscam fortalecer a capacidade dos profissionais da rede de proteção e defesa de direitos, promovendo uma cultura de respeito, inclusão e combate à violência contra as crianças e adolescentes com deficiência intelectual”, destacou.

O Secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Geraldo Garippo, agradeceu a parceria com as outras pastas, comemorou a adesão dos servidores e disse que as atividades auxiliarão no aprofundamento das políticas públicas. “Gostaria muito de agradecer a predisposição de todos para conversar e debater a fim de melhorar ainda mais o nosso entendimento acerca das pessoas que possuem deficiência intelectual e aprimorar nossos serviços públicos. Aqui há trabalhadores da Saúde, da Educação, da Assistência Social e de outras áreas e fico muito feliz pelo comprometimento. Ao final teremos um grande seminário para debater os temas discutidos”, comentou Garippo.

Crédito das fotos: Luana Bergamini/Secop Suzano

Obrigado por comentar. Você é demaisS2