Diversidade cultural marca carnaval carioca

0
29

A diversidade do Carnaval de rua carioca também retrata a diversidade da cultura brasileira. Uma mistura de saberes e ancestralidade. 

O Terreirada Cearense, que se apresentou nesse sábado na Quinta da Boa Vista, zona norte carioca, trouxe no repertório canções autorais e da cultura popular, além de clássicos da música cearense. 

Thaiz Bezerra, diretora musical do Terreirada, ressalta a importância dos ritmos nordestinos, como o baião e os estilos relacionados ao reisado.

Pessoas de todas as idades, gêneros, raças e cores celebraram a Festa de Momo, ao som dos artistas formados pela oficina ao longo do ano. O bloco é reconhecido também pelos brincantes com pernas de pau, que animam os foliões. Um deles era o agente de viagens Leonardo Silva, que se fantasiou em homenagem às crianças.

Outro destaque no meio dos foliões foi a fantasia customizada da diretora de Arte Beatriz Moisés, que todos os anos participa do bloco.

A riqueza cultural do país vai se descortinando também com blocos como o Maracutaia, que se apresenta nesta segunda-feira, no centro do Rio. A confecção de adereços e estandarte é feita de forma coletiva. O bloco traz ritmos e referências de outros estados e também da África 

Outro destaque é o Rio Maracatu, que desfila na terça-feira. Fundado em 1997, o bloco também oferece oficina de maracatu para a comunidade. O grupo de percussionistas é formado apenas por mulheres 

E quem está em busca de um bloco para curtir o restante do carnaval pode consultar a lista oficial de cortejos no site carnavalderua.rio.

source
Com informações da Agência Brasil

Obrigado por comentar. Você é demaisS2