O grande Marcos Rey é o autor indicado da Série Vaga-lume

0
51

O grande Marcos Rey é o autor indicado da Série Vaga-lume

A Ilha Perdida. Um cadáver ouve rádio. O Escaravelho do Diabo. O Caso da Borboleta Atíria. Zezinho, o dono da porquinha preta. Os Barcos de Papel. Um leão em família. Principal referência literária de pelos menos três gerações de crianças e jovens, a Série Vaga-lume completa 50 anos de lançamento em 2023. Para celebrar os sucessos que seguem impactando os jovens leitores de ontem e de hoje, o Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas de Poços divulga, toda terça-feira, um autor da coleção com as indicações de livros disponíveis para empréstimos nas cinco unidades.

A Coleção Vaga-lume foi lançada pela editora Ática em 1973. Voltada para o público infanto-juvenil, ela rapidamente se popularizou, principalmente por seu uso em escolas. A coleção conta com mais de 100 títulos em seu catálogo, divididos entre as séries Vaga-Lume e Vaga-Lume Jr., para leitores com faixa etária entre 10 e 20 anos. O último livro “Os Marcianos”, de Luiz Antônio Aguiar, foi publicado em 2021.

Nesta semana, o autor da série indicado é Marcos Rey. Escritor, roteirista, jornalista e dramaturgo brasileiro, Marcos Rey, pseudônimo de Edmundo Donato, era filho de um gráfico-encadernador, que trabalhava na editora do escritor Monteiro Lobato. Era irmão do também escritor Mário Donato (1915-1992).

Em 1941, com 16 anos, escreveu seu primeiro conto “Ninguém Entende Wiu-Li”, que foi publicado na Folha da Manhã, já com o nome de Marcos Rey. Aos 20 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou com tradução de livros infantis. O autor se dedicou principalmente às obras voltadas ao público juvenil em gêneros como crônicas, contos e se destacou escrevendo romances. Escreveu também várias obras literárias adultas.

Em 1953, Marcos Rey publicou seu primeiro livro “Um Gato no Triângulo”. Mais tarde, transferiu-se para a Rádio Nacional. Em 1958, em parceria com seu irmão Mário Donato, fundou a Editora Mauá. Nessa época, conheceu sua esposa Palma Bevilaqua, com quem ficou casado por quase 40 anos.

Em 1960, publicou seu segundo romance “Café da Manhã”, seu primeiro sucesso de público. Nesse mesmo ano, assumiu a presidência da União Brasileira de Escritores. Em seguida publicou “Entre Sem Bater” (1961) e “A Última Corrida” (1963).

Em 1986, foi eleito para a Academia Paulista de Letras. Em 1994, ganhou o Prêmio Jabuti por seu conto “O Último Mamífero do Martinelli”. Em 1995, conquistou o Troféu Juca Pato, premiação que ele mesmo ajudou a criar em 1962, com o romance “Os Crimes do Olho-de-Boi”. Entre 1992 e 1999 , foi colunista da revista Veja, produzindo um total de 175 crônicas. Em 1999, após voltar de uma viagem à Europa, Marcos Rey foi internado no Hospital Paulistano para uma cirurgia, não resistindo às complicações. Ele teve câncer generalizado, falecendo em 1º de abril, aos 74 anos.

O Sistema Municipal de Bibliotecas Públicas tem 16 títulos do autor à disposição para empréstimo, nas cinco unidades de acesso público e escolhemos três para apresentar aos nossos leitores:

Sozinha no mundo
Uma história terna e sensível, de amizade e muita emoção. Pimpa, uma menina de 14 anos, perde a mãe quando está se mudando de Serra Azul para São Paulo. Com a morte da mãe ela fica sozinha no mundo e, para aplacar a solidão, precisa encontrar com urgência seu tio Leonel, o único parente que lhe restou. Teria alguém interessado em ajudar a pobre menina? Maria Paula, a Pimpa, mesmo perseguida por uma falsa assistente social, vence as dificuldades de viver só em uma grande metrópole.

O rapto do garoto de ouro
Era dia de comemoração no Bixiga! Todos se reuniram na cantina Il Cacciatore para comemorar o sucesso do astro de rock Alfredo, conhecido por todos como o Garoto de Ouro. Tudo corria bem, até o astro ser raptado! Fãs e amigos do Garoto de Ouro começam então uma corrida contra o tempo para ajudar a polícia a desvendar o caso. O Bixiga e outros lugares famosos da cidade de São Paulo são o plano de fundo neste clássico da literatura juvenil, que com certeza vai surpreender o leitor!

O mistério do cinco estrelas
Um caso de assassinato acontece no hotel mais luxuoso de São Paulo. Pelo menos é o que afirma Leo, que encontrou o cadáver no apartamento 222. Mas quem acreditaria na palavra de um simples camareiro? Contra o rapaz pesa o depoimento do Barão, o poderoso hóspede daquela suíte. Além de ficar desempregado, Leo tem outro problema: precisa provar sua inocência. Para isso, vai contar com a ajuda dos amigos Gino e Ângela. Mas o trio conseguirá resolver o mistério do cinco estrelas? Hospede-se nesse hotel intrigante e mostre que você também é um detetive cinco estrelas!

Conheça os títulos do autor disponíveis nas bibliotecas:
Bem vindos ao rio
Corrida infernal
Dinheiro do céu
Doze horas de terror
Garra de campeão
Gincana da morte
Na rota do perigo
O diabo no porta-malas
O menino que adivinhava
O mistério do cinco estrelas
O rapto do garoto de outro
Quem manda já morreu
Sozinha no mundo
Um cadáver ouve rádio
Um rosto no computador

Confira os endereços e horários de funcionamento:

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL CENTENÁRIO
Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/nº – Centro (no prédio da Urca)
Telefone: 3697-2375
Horário de funcionamento: das 8h às 17h30

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL JÚLIO BONAZZI
Endereço: Praça Tiradentes, 621 – Jd. Santa Rita (próximo à Fonte do Monjolinho)
Telefone: 3697-2198
Horário de funcionamento: das 8h às 17h30

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL MANUEL FRANCISCO COSTA GUIMARÃES
Endereço: Avenida Jaçanã Musa dos Santos, 270 – Cohab
Telefone: 3697-2074
Horário de funcionamento: das 7h às 15h

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL MARCUS VINÍCIUS DE MORAES
Endereço: Rua Coronel Virgílio da Silva, 1723 – Vila Nova (no antigo Centro Social Urbano)
Telefone: 3697-1201
Horário de funcionamento: das 9h às 15h

Acompanhe as novidades das bibliotecas públicas de Poços em @bibliotecaspublicasdepocos

Saiba como fazer seu cadastro nas bibliotecas: https://pocosdecaldas.mg.gov.br/noticias/faca-seu-cadastro-nas-bibliotecas-publicas-de-pocos-de-caldas/.

 


source
Com informações da Prefeitura de Poços de Caldas

Obrigado por comentar. Você é demaisS2