SDA e Funcap debatem implantação do Programa Cientista Chefe

0
22






11 de fevereiro de 2024 – 07:03
#Cientista chefe #IFCE #SDA #Uece #UFC #UFCA #Unilab #Urca


Glauber Sobral – Ascom SDA – Texto e Fotos


Gestores e técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), servidores da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) e representantes de instituições de ensino participaram da oficina de alinhamento do Programa Cientista Chefe. O encontro, ocorrido na sede da SDA, em Fortaleza, reuniu também pesquisadores envolvidos no processo de construção do programa.

Para o secretário executivo da SDA, Marcos Jacinto, o objetivo foi definir estratégias de atuação do programa. “Desde o ano passado, nós da SDA conversamos com a Funcap para implantar o Cientista-Chefe dentro da secretaria. Esse seminário é importante porque reúne grupo da SDA, todas as coordenadorias, vinculadas, UGP do Projeto São José, equipe da Funcap, as universidades, institutos e instituições de pesquisa”, pontuou.

O professor do curso de Agronomia da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Lucas Luz, destacou a importância da parceria com instituições educacionais para o debate acerca do fortalecimento das políticas de campo. “O Programa Cientista-Chefe trabalha essa sintonia entre diversos órgãos e isso é fundamental para a organização de políticas direcionadas para as famílias do campo. Nos nossos interiores, temos um contexto agrícola muito forte e agricultura familiar é ponto fundamental para o desenvolvimento do nosso Estado”, frisou o docente.

O encontro contou com as presenças dos representantes das universidades Federal (UFC) e Estadual do Ceará (Uece), Regional (Urca) e Federal do Cariri (UFCA), além do Instituto Federal do Ceará (IFCE) e da Unilab.

Fortalecimento das políticas de campo

O programa Cientista Chefe vai fortalecer também o debate sobre agroecologia no Ceará, defende o secretário executivo de Fomento Produtivo e Agroecologia, Pedro Neto. “Acreditamos que o programa será importante na construção da matriz agroecológica no Ceará. A união do conhecimento popular com ciência é fundamental para buscar o desenvolvimento sustentável do Ceará”, afirmou.

Para o diretor da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Jorge Soares, a implantação do Cientista Chefe vai “aproximar as relações e as parcerias estratégicas com a SDA”.

Programa Cientista Chefe

O Programa Cientista Chefe tem como objetivo unir o meio acadêmico e a gestão pública. Através dele, equipes de pesquisadores estão trabalhando nas secretarias ou órgãos mais estratégicos do Governo do Estado para identificar soluções de ciência, tecnologia e inovação que podem ser implantadas para melhorar os serviços e, desta forma, dar mais qualidade de vida para a população.

Os projetos e as equipes de pesquisadores são definidos a partir das demandas de órgãos do Governo do Estado. Cada equipe é coordenada por um cientista chefe cuja escolha ou indicação segue critérios como produção científica, formação e ligação com núcleos de pesquisa de alto nível (segundo a classificação realizada pela Capes para especificar os cursos de excelência em todo o país) de instituições cearenses.

Outro requisito é que a área científica de atuação do pesquisador tenha relação com a atuação do órgão estadual a ser beneficiado com o programa.





source
Com informações do Governo do Ceará

Obrigado por comentar. Você é demaisS2