Uma rápida vistoria semanal em sua residência contribui para a prevenção da doença

Com o aumento dos casos de Dengue em todo o estado de São Paulo é importante que a população se uma aos órgãos públicos no combate a transmissão da doença. E apenas 10 minutos de dedicação semanal podem fazer toda a diferença, já que uma das medidas mais eficazes para combater o mosquito é a eliminação dos criadouros, que se proliferam em água parada.

Muitas vezes, os criadouros do Aedes aegypti estão mais próximos do que imaginamos: dentro de nossas próprias casas. Por isso, reservar poucos minutos do seu dia para verificar o quintal e pontos estratégicos da residência pode ser a diferença entre evitar ou enfrentar uma epidemia de Dengue. Confira algumas sugestões de áreas a serem verificadas:

  • Vasos de plantas: Verifique se não há pratos ou recipientes com água acumulada sob os vasos.
  • Calhas: Limpe as calhas regularmente para evitar o acúmulo de água.
  • Piscinas e caixas d’água: Mantenha a piscina limpa e a caixa d’água sempre vedada.
  • Garrafas e recipientes vazios: Não deixe garrafas, latas e outros recipientes expostos à chuva.
  • Baldes e tanques: Mantenha-os sempre tampados quando não estiverem em uso.
  • Ralos e canaletas: Instale telas ou mantenha-os limpos para evitar o acúmulo de água parada.
  • Objetos descartados: Remova pneus velhos, latas, plásticos e qualquer objeto que possa acumular água do seu quintal.

Cuidado com o uso indiscriminado de inseticidas

O uso indiscriminado de fumacê e inseticidas no combate à Dengue pode acarretar consequências indesejáveis. Além dos riscos para a saúde humana e ambiental, há o perigo de os mosquitos desenvolverem resistência aos produtos químicos utilizados, tornando as futuras tentativas de erradicação mais desafiadoras. Portanto, é crucial adotar abordagens mais sustentáveis e integradas no controle do Aedes aegypti, enfatizando a eliminação dos criadouros e a conscientização da população sobre medidas preventivas.

Faça sua parte

Caso encontre criadouros de Aedes aegypti fora de seus imóveis, em imóveis vizinhos ou terrenos baldios, é importante fazer um registro na Ouvidoria Municipal, por meio do telefone (11) 4595-0037 ou pelo WhatsApp (11) 94365-0037, relatando o problema e o local (endereço completo – nome da via e numeração) para que as equipes técnicas sejam direcionadas para lá, façam a avaliação e tomem as medidas cabíveis para sanar o problema.




source
Com informações da Prefeitura de Várzea Paulista

Anúncios

Deixe uma resposta