Divórcio cresce e pastor lista conselhos para cristãos que desejam salvar seu casamento

0
Em meio às notícias de que o número de divórcios no Brasil só cresce, conselhos para salvar casamentos são mais que bem-vindos. O pastor Renato Vargens elencou 5 sugestões práticas para casais cristãos que pensam em divórcio.

O número de divórcios no Brasil tem crescido de forma preocupante, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2022, por exemplo (ano do último Censo), os divórcios aumentaram 8,6% na comparação com 2021, saltando de 386.813 para 420.039.

As separações realizadas por meio extrajudicial somaram 79.580 mil, com outros 340.459 casos realizados por meio judicial, de acordo com informações da revista Exame.

Ciente de que os casais cristãos fazem parte dessa estatística, o pastor Renato Vargens publicou uma reflexão em suas redes sociais com conselhos bíblicos para salvar casamentos em crise:

“Lamentavelmente, não são poucos os casais cristãos que têm enfrentado problemas no casamento e, devido a isso, pensam seriamente em se divorciar. Visando ajudar esses irmãos a superar suas crises conjugais, gostaria de trazer cinco conselhos práticos”, introduziu.

1) Não seja precipitado em suas decisões. Lembre-se de que a Palavra de Deus ensina que peca quem é precipitado (Provérbios 19:02);

2) Procure ouvir tanto a opinião quanto os conselhos de pessoas maduras; isso, com certeza, ajudará o casal a evitar erros (Provérbios 11:14);

3) Não seja impulsivo em suas palavras. Lembre-se de que a palavra dura suscita a ira, e a branda desvia o furor (Provérbios 15:11);

4) Não deixe que a mágoa tome conta do seu coração. Lance suas dores, decepções e frustrações diante do Senhor, na certeza de que Ele poderá curar seu coração. Lembre-se daquilo que Efésios 4:31 diz: “Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade”;

5) Ore pelo e com seu cônjuge, pedindo ao Senhor que restaure o amor, conceda perdão e transformação ao casamento abalado por erros, que com certeza não foram cometidos por uma só pessoa da relação.

O tema é recorrente nas publicações de Renato Vargens. Em dezembro passado, o pastor da Igreja Cristã da Aliança lamentou que o divórcio tenha se tornado parte da “cultura” evangélica: “Quando vejo nas redes sociais pastores e cantores comunicando o fim dos seus casamentos ou anunciando seus novos relacionamentos, concluo que o mundo e seus valores entraram na igreja”.


source
Com informações do Portal Gospel Mais

Anúncios

Deixe uma resposta