Temp

– 04 de abril de 2024

A Prefeitura de Barueri mantém um posto fixo de vacinação contra a raiva em cães e gatos. Ele funciona às segundas e quartas-feiras, das 9h às 11h e das 13h às 15h30, sem agendamento prévio. Ao todo, 75 doses são disponibilizadas por dia, sendo 150 por semana. 

O posto fixo de vacinação contra raiva funciona no anexo do Departamento Técnico de Controle de Zoonoses (DTCZ), na rua Anhanguera, 200 – Vila São Francisco, para maior comodidade dos munícipes, vacinadores e seus animais. A nova sala, que substituiu as antigas tendas, diminui também o risco de fuga de animais durante a atividade. 

Na data da vacinação do pet, o tutor precisa levar o termo de responsabilidade impresso, preenchido e assinado. O documento está disponível no site da Prefeitura de Barueri.  

A vacina pode ser aplicada em cães e gatos a partir dos três meses de idade, desde que saudáveis. Animais doentes, em tratamento ou convalescendo de cirurgias devem aguardar a recuperação. Fêmeas com prenhez (gestação) suspeita ou confirmada não devem ser vacinadas. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones do setor: (11) 4198-0424 ou 4198-5679. 

 

Cuidados a serem tomados pelo responsável no momento da vacinação


  • Os cães devem ser conduzidos por pessoas responsáveis (maiores de idade) e com capacidade de conter o animal. 


  • Cães bravos ou mordedores, de qualquer espécie, e das raças “pit bull”, “rottweiler” e “mastim napolitano” (Lei Estadual 11.531, de 11 de novembro de 2003), devem utilizar focinheira apropriada. 


  • Os gatos devem ser transportados em caixas apropriadas e em segurança, não devem ser trazidos livremente, evitando acidentes e fuga, pois o DTCZ situa-se próximo à linha de trem e à avenida principal. 

Sobre a raiva 

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda grave que acomete mamíferos, inclusive o homem, e caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda com letalidade de aproximadamente 100%. É causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rabhdoviridae, também chamado de vírus rábico. Considerada uma doença fatal, devido a sua letalidade de aproximadamente 100%, é transmitida às pessoas por meio da mordida ou arranhadura de cães e gatos infectados. Vacinar os pets é a principal forma de interromper a transmissão de humanos, assim como prevenir a enfermidade. 

 

Temp

source
Com informações da Prefeitura de Barueri

Anúncios

Deixe uma resposta