Rádio Inconfidência atrai ouvintes em todo o mundo

0

Ouvintes dos seis continentes estão ligados na Rádio Inconfidência. Canadá, Japão, EUA, Suécia, Uruguai, foram alguns dos países de onde vieram relatos de audiência nesta semana. E de uma forma curiosa: apenas por aparelhos de rádio, sem uso da internet.

 Esses ouvintes remotos são chamados dexistas ou apaixonados por ondas curtas. Eles estão ao redor do mundo, sintonizam a Rádio Inconfidência e querem ser reconhecidos. Enviam cartas e e-mails com pedidos de verificação de que ouviram de fato a programação mineira.

Essa certificação se chama QSL (sigla da comunicação via rádio para “Entendido”), e precisa ser feita pela emissora, para que os dexistas comprovem a legitimidade na audição.O que, por sua vez, pode contribuir para a concessão de uma frequência de rádio amador para uso próprio, em seus países. É um esporte, um hobby internacional, muito enriquecedor culturalmente.

“A presença da Rádio Inconfidência nas ondas curtas é essencial para cumprir o dever de informar, levar cultura e entretenimento para o Brasil. Além de dar visibilidade mundial para o que é feito em Minas Gerais. Através delas, a cultura do povo mineiro se internacionaliza”, afirma Gustavo Mendicino, presidente da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), que gere a Rede Minas e Rádio Inconfidência.

Como sintonizar

A Rádio Inconfidência AM 880 e FM 100,9 vai ao ar para Minas Gerais e, para o mundo, também pela plataforma de streaming EMCplay

source
Com informações da Agência Minas

Anúncios

Deixe uma resposta