A Organização Mundial da Saúde (OMS) promove sua 77ª Assembleia Mundial da Saúde, de 27 de maio a 1º de junho de 2024, no Palácio das Nações, em Genebra, na Suíça. Na qualidade de fundamental na promoção da saúde global, a entidade deve primar pela inclusão, pela diversidade e pela cooperação internacional em todos os seus empreendimentos. É imperativo, aliás, que a Organização se comprometa, inequivocamente, com esses princípios.

Porém, à luz da iminente Assembleia, há poucos dias de sua realização, com direito à presença de um sem-número de representantes globais, é inquietante observar que Taiwan ainda não foi convidado a participar desta importante agenda.

Esta ausência é resultado de considerações políticas e representa grave erro. Em linhas gerais e, infelizmente, significa que os interesses do segmento da Saúde de 23 milhões de taiwaneses estão sendo ignorados, solenemente, pela OMS.

Importante frisar que Taiwan tem sido parceiro confiável e comprometido na defesa do direito universal à Saúde em todas as partes do mundo. Suas contribuições para a segurança mundial da Saúde e para a promoção dos Direitos Humanos relacionados à Saúde são inegáveis e valiosas. Portanto, é necessário e indispensável que a OMS e outras partes relevantes neste contexto reconheçam, plenamente, essas colaborações e tomem medidas imediatas para corrigir esta exclusão injusta de nossa nação na Assembleia Mundial de Saúde, que já se avizinha.

“Todos pela Saúde, Saúde para Todos”, tema adotado para o evento que acontece em Genebra, neste ano, é, sem dúvida, o princípio mais fundamental e importante estabelecido da Assembleia Mundial de Saúde. Diante disso, instamos à OMS a adotar uma postura mais aberta, inclusiva e flexível, em conformidade com seus próprios princípios profissionais, e que, portanto, convide, ativamente, Taiwan a participar do evento, que entra em 2024 em sua 77ª.

Este gesto, indiscutivelmente importante e caro aos taiwaneses, pode garantir, assim, que todas as vozes do planeta sejam ouvidas e que todos os interesses globais quanto à Saúde sejam, adequadamente e democraticamente, representados. Não há Saúde sem a união de esforços, e não há esforços com exclusão.

Ao promover participação diversificada das nações e facilitar a cooperação global, a OMS estará fortalecendo sua missão de patrocinar o mais alto padrão possível de Saúde para todos os povos. É hora de a Organização, desta maneira, agir com responsabilidade e justiça, reconhecendo e incluindo Taiwan como parceiro essencial na busca por resultados que competem ao mundo, e não, apenas, a um ou a outro país.

* Benito Liao é representante do Escritório de Taiwan no Brasil.

Assessoria de Imprensa
Fiamini – Soluções Integradas em Comunicação – a serviço do Escritório de Taiwan no Brasil

Atendimento:
Rodrigo Dias: (11) 96794-5777
Simone Leone: (11) 99679-0666
Carla Fiamini: (11) 94749-6747

Anúncios

Deixe uma resposta