A formatura de uma idosa alfabetizada aos 74 anos de idade foi marcada pela realização de seu desejo mais antigo: ler a Bíblia com facilidade. Como bônus, dona Maria de Lourdes agora também tem autonomia em outras atividades.

Lourdes se matriculou em um projeto de alfabetização realizado por um Centro Municipal de Saúde (CMS) na Vila Cosmos, Rio de Janeiro (RJ) e em pouco mais de um ano aprendeu, junto com as demais colegas de turma, a ler e escrever.

“A minha formatura foi a realização de um sonho. Eu abri a Bíblia com todas as pessoas presentes ali naquele momento e li em voz alta o versículo que eu escolhi. Foi muito gratificante”, disse a formanda.

Agora, além do devocional diário, ela também consegue ler as receitas culinárias que gosta e também preencher documentos, segundo informações do portal G1.

Outra idosa, Ivone Maia, de 64 anos, também comemorou a autonomia conquistada: agora não se intimida mais diante de textos e papeis a serem preenchidos: “A aula que me marcou muito foi no dia que eu conheci as letras e pude juntá-las. Essa era a minha dificuldade. E aprender a ler e a escrever foi uma porta que se abriu na minha vida”.

O projeto nasceu da iniciativa de duas agentes de saúde que perceberam a dificuldade das pacientes em preencher informações nas receitas controladas, e como isso as prejudicava no tratamento.

“Senti um grande desejo em meu coração de montar uma turma de alfabetização para esses pacientes, que não concluíram seus estudos ou que nunca entraram em uma sala de aula. O objetivo era motivá-las a entrar em uma escola e dar seguimento aos seus estudos. No caso, nós seríamos uma ponte para que isso acontecesse”, disse a agente comunitária da saúde Thaís da Silva, explicando a motivação do projeto.


source
Com informações do Portal Gospel Mais

Anúncios

Deixe uma resposta