Desde novembro de 2023 a Justiça vem acatando as solicitações da Prefeitura de Guararema e a concessionária EDP vem realizando a poda preventiva de árvores no município. Após mutirão realizado em março na Freguesia da Escada e no Itapema, nesta quinta-feira (23) será realizada nova ação, dessa vez nos bairros Itapema, Paião/Bellard e D’Ajuda.

Recebem os serviços de poda e manutenção as ruas Álvaro Campagnoli, D’ajuda, e Manoel Sanches Moyano, além da avenida Dr. Adhemar de Barros e estrada municipal Dr. Hércules Campagnoli. Todo o trabalho será feito por 14 equipes em regime de linha viva, ou seja, sem a necessidade de interrupção no fornecimento de energia.

Será realizada também a modernização e a substituição de equipamentos que compõem o sistema elétrico local, quando identificada a necessidade. A previsão é de que as atividades sejam concluídas às 17 horas, com apoio da Prefeitura de Guararema para o fluxo de trânsito e para o recolhimento dos resíduos como galhos.

A ação beneficiará milhares de famílias, residências e comércios, destaca o prefeito de Guararema, o Zé. “Esta é a sequência de um trabalho iniciado em março, e outros mutirões serão realizados ainda neste ano, reforçando nosso compromisso para a garantia de qualidade de vida, segurança e dignidade a todos os moradores de Guararema”, afirma ele.

Decisão judicial

Em novembro de 2023 a Justiça acatou as solicitações da Prefeitura de Guararema e determinou que uma série de árvores fossem podadas no município em caráter de urgência. À época, um mutirão de poda foi realizado pela concessionária e a situação se repetiu em março de 2024, quando uma nova decisão judicial determinou a poda e manutenção em diversos bairros do município.

A determinação anterior se desdobrava sobre pontos específicos dos bairros Parque Agrinco, Freguesia da Escada, Cerejeira e Maracatu, e além disso sobre “demais árvores existentes no município de Guararema”, desde que estivessem invadindo a rede elétrica e pudessem “ocasionar situação de risco”.

O documento protocolado em março pela Administração Municipal tratava exatamente destas “demais árvores” em ruas de bairros como Freguesia da Escada, Ipiranga, Centro, Itapema, Paião/Bellard, Parque Agrinco, Cerejeira, Feital, Paratei, Lambari, Goiabal, Salto, D’Ajuda, Vale dos Eucaliptos e Capoeirinha.

“Defiro a tutela de urgência para que a requerida realize a poda das árvores identificadas, determinou o juiz Alexandre Munoz, que estabeleceu “multa diária de R$ 1 mil reais” para a EDP`“em caso de descumprimento da obrigação, limitada, inicialmente, a R$ 20 mil, podendo ser majorada se necessário”.

A decisão foi publicada em 5 de março, e já naquela semana a EDP realizou o primeiro “a primeira etapa de um mutirão de melhorias técnicas” nas ruas Admeleto Gasparini, na Freguesia da Escada, e Doutor Roberto Feijó, no Itapema.

Anúncios

Deixe uma resposta