Ação de campo em Maria Joaquina coletou 864 escorpiões para pesquisa

Equipes do Instituto Vital Brazil, em parceria com agentes da Vigilância Ambiental em Saúde da Secretaria de Saúde, realizaram uma ação de campo no bairro Maria Joaquina, em Cabo Frio, com o objetivo de orientar e conter a proliferação de escorpiões na região. Durante a operação, que aconteceu na última semana, foram coletados cerca de 864 escorpiões em um único quintal de uma residência.

De acordo com a coordenadora de Vigilância Ambiental em Saúde, Andréia Nogueira, a região é endêmica para esses animais devido à diversidade climática e ao aumento das temperaturas, que são propícios para a proliferação dos escorpiões.

“O Instituto vem acompanhando mais assiduamente e capacitando nossa equipe sobre esse tipo de caso desde o ano passado, quando foi identificado o aumento do aparecimento desses animais. A região de restinga é muito rica para os artrópodes, por isso temos uma quantidade elevada,” explicou Andréia.

A coleta dos escorpiões não apenas ajuda a controlar a população local, mas também fornece matrizes importantes para pesquisas futuras conduzidas pelo Instituto Vital Brazil. A parceria com a Vigilância Ambiental em Saúde é de extrema importância para a implementação de medidas efetivas de controle e prevenção.

“Estamos reforçando junto à população as medidas preventivas para evitar acidentes com esses animais peçonhentos, pensando em projetos futuros de saneamento ambiental, como a introdução de galinhas-d’angola nessas áreas para o controle desses artrópodes, pois tem funcionado bem em outros lugares que sofrem com a incidência desses animais. Além disso alertamos sempre os cuidados ao calçar um sapato ou vestir roupas estar sempre verificando” concluiu Andréia.

A população pode colaborar informando aparecimento de escorpiões à Vigilância Ambienta em Saúde, por meio do número 2646-2506, ramais 2250 e 2248.

source
Com informações da Prefeitura de Cabo Frio

Anúncios

Deixe uma resposta