Escutar áudio do texto

A Prefeitura de Jacareí, por meio da Comissão da Rede Protetiva da Infância e Adolescência de Jacareí, realizou no último dia 20, um evento que remete ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A ação reuniu cerca de 500 pessoas interessadas na proteção de crianças e adolescentes, como técnicos, educadores, acadêmicos, pais, responsáveis, além do público em geral.

O encontro foi realizado no Teatro Municipal Ariano Suassuna, e está relacionado à mobilização nacional do dia 18 de maio. A programação contou com a apresentação do projeto ‘Educar para Proteger’, desenvolvido na rede municipal de ensino de Jacareí, e apalestra ‘Famílias e Internet – Como aumentar nossa segurança’ com a especialista no tema, Sheylli Caleffi.

A secretária de Assistência Social Benedicta Peixoto fala sobre a importância de se debater sobre este tema. “É uma questão relevante, ainda mais nestes tempos de novas tecnologias e redes sociais, onde pessoas com más intenções podem fazer contato direto com as crianças e adolescentes. Importante lembrar, também, que os abusadores podem estar mais próximos das vítimas do que possamos imaginar”.

Já a psicóloga Suellen de Lourdes Borrett Silva, membro da Rede Protetiva, ressalta a união entre as áreas da Prefeitura no trato deste tema. “Esta é uma ação intersetorial com muitos agentes participando. Essa união é importante para que possamos abranger as crianças dentro dos mais diversos ambientes dentro do serviço público”.

18 de Maio

A data foi instituída no ano 2000, pela Lei Federal 9970/00. A escolha se deve ao assassinato de Araceli Crespo, uma menina de oito anos que foi drogada, estuprada, morta e carbonizada, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Esse crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje permanece impune.

source
Com informações da Prefeitura de Jacarei

Anúncios

Deixe uma resposta